terça-feira, 24 de maio de 2011

O pequeno xará de Gilberto



Foto: Rodrigo Lobo / JC Imagem

O PEQUENO XARÁ DE GILBERTO

Gabriela Máxima

Era ainda o primeiro Clássico das Multidões quando o torcedor Abnoam Ribeiro estava com os seus amigos assistindo a decisão entre Sport e Santa Cruz. A euforia de ser campeão pernambucano tomou o tricolor de uma forma tão inesperada, que ele decidiu o futuro nome do filho, que acabara de nascer. "Se o Santinha conquistar o título, o jogador que fizer o primeiro gol será homenageado com o nome do meu filho", apostou.
A sorte do bebê e de seu Abnoam é que o atacante Gilberto (hoje no Inter-RS) fez o primeiro do Santa. E se fosse Landu? "Pensei numa possibilidade, aí eu colocaria Landualdo, mas a minha esposa não gostou da ideia e vetou o nome", brincou o torcedor.
Gilbertinho, como já é carinhosamente chamado pelo pai e pela irmã Daniele, nasceu no sábado que antecedeu o jogo de ida do Clássico das Multidões. E até o Santa Cruz sagrar-se campeão no domingo seguinte, o bebê, ficou sem nome. "Pois é, esperamos uma semana até começarmos a chamá-lo de Gilberto. Nesse período, a pressão para registrar com outro nome foi grande. A princípio, seria João Guilherme. E Rosângela, minha esposa, ainda pressionou. Mas como torcedora fiel ao Santinha, acabou cedendo e resolveu esperar pelo título", explicou.
No segundo jogo, Abnoam foi ao Arruda. "Tínhamos a vantagem, então nossa situação era bem mais tranquila. Comemorei com meus amigos no estádio", festejou. Como bom torcedor que é, Abnoam está satisfeito com a campanha tricolor no Estadual, no entanto, ele quer mais. "Agora, a equipe deve se concentrar na Série D, repetir o desempenho e conseguir o acesso à Série C, até chegar novamente à elite do futebol brasileiro. Nem precisa ser campeão novamente, o acesso está de bom tamanho", completou.
É certo que o pequeno Gilberto carrega uma história, no mínimo, intrigante e que na escola contará com orgulho o ano em que nasceu e o Santa Cruz voltou a ser campeão pernambucano.


Publicado no Jornal do Commercio, Recife, domingo, 22/5/2011

Nenhum comentário: