sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Essa doeu! (ou a chacina em old trafford)



ESSA DOEU!
(ou a chacina em old trafford)

Alberto Felix, de São Paulo

Domingão, em Brasília 10:30 da matina. Horário de verão.
Em Londres, quase três da tarde; deixei para ir a missa mais tarde.
Hoje tem dérbi em Manchester, um jogão Man United & Os de azul.
A geladeira está generosamente abastecida de brejas.
Na cozinha a patroa pilota as quatro bocas, (minha chofer de fogão mais querida) está evoluindo na cozinha o mais popular almoço de domingo em sampa, galinha assada, macarrão e maionese.
No Recife, o sol já botou o olho de fora, uma brisa leve assopra a mais fina poeira da periferia.
O Santa Cruz joga hoje.
Como disse Padre Vieira.
“Memento homo, quia pulvis es, et in pulverem reverteris”.
Pois é seu padre, com todo respeito.
Nós corais somos pó, poeira que anda, que grita, que lota, que não afrouxa, que nunca roí a corda.
Recife, trinta e tantos graus!
Poeira! Vai levantar poeira na Av. Beberibe, 1285!
Da cozinha vem um cheirinho bom.
Lá em Manchester na Inglaterra está mais frio que em Garanhuns pelo São João!
O estadio Old Trafford está tão ou mais lotado que o Arruda.
Geralmente quando o Manchester United joga eu visto a camisa do mais querido, pra ver se da sorte pra gente, essas viadagens e manias de torcedor, nesse dia eu não vesti, por esquecimento ou sei lá porque, (graças a Deus!).
Rapaz! O Man United terminou o primeiro tempo apanhando e no segundo o cacete foi dobrado, tome gol! Tome gol!
Deu uma leseira geral no ataque e na zaga do Man United.
Menino! 6X1!
Parecia jogo de playstation!
Desde de 1926 que o Man United não levava um sova dessas, oitenta e cinco sem levar uma pisa dessas.
Chega uma hora, que a casa cai.
O Santinha ganhou.
Santa Cruz 1 Cuibá 0.

Nenhum comentário: