quarta-feira, 26 de outubro de 2011

O CD Homenagem



O CD HOMENAGEM

Clóvis Campêlo

No futebol pernambucano, não existe nenhum clube mais cantado e amado por artistas e compositores do que o Santa Cruz. De Capiba ao Maestro Forró, passando por Getúlio Cavalcanti, Irmãos Valença, Sebastião Rosendo, Walmir Chagas, Nando Cordel, Edy Carlos, Canibal, Bubuska Valença, Nélson Ferreira e muitos outros.
E esse amor e admiração sempre serviu como inspiração para o surgimento de muitas canções, hinos e declarações de amor musicadas.
Com Bráulio de Castro não foi diferente. O disco acima, o segundo lançado com músicas suas feitas em homenagem ao clube que ama, foi lançado no Recife neste mês de outubro e pode ser adquirido na sede do Santa Cruz, no bairro do Arruda, ou com o próprio Bráulio através do telefone (81) 30624626 ou do e-mail brauliodecastro@yahoo.com.br.
O CD tem 14 músicas, todas de autoria de Bráulio com vários parceiros, com exceção apenas da música "O papa taças", composta pelos Irmãos Valença.
Concebido e produzido por Bráulio de Castro, com direção musical e artística de Walmir Chagas, produção executiva de Ivan Júnior e Carlos Simeão, o disco foi produzido sob encomenda da Confraria Bacia D'Água e tem as seguintes músicas, entre cocos, frevos e sambas:

01 - SORRINDO A TOA (Bráulio de Castro), cantada por Bubuska Valença;
02 - BANDEIRA DO SANTA CRUZ (Bráulio de Castro - Paulo Elias), cantada por Walmir Chagas;
03 - NASCI SANTA CRUZ (Bráulio de Castro), cantada por Bubuska Valença;
04 - HISTÓRIA DE UM SUPER CAMPEÃO (Bráulio de Castro), cantada por Walmir Chagas;
05 - COBRINHA SAPECA (Bráulio de Castro), cantada pelo próprio Bráulio de Castro;
06 - É LÁ E LÔ (Bráulio de Castro), cantada por Walmir Chagas;
07 - O VENENO DA COBRA CORAL (Bráulio de Castro), cantada por Bráulio de Castro;
08 - BACALHAU DE GARANHUNS (Bráulio de Castro), cantada por Bráulio de Castro;
09 - O PAPA TAÇAS (Irmãos Valença), cantada por Edy Carlos;
10 - MESTRE TARÁ (Bráulio de Castro), cantada por Bráulio de Castro;
11 - A MINHA COBRA (Bráulio de Castro - Chiló), cantada por Walmir Chagas;
12 - VENEZA BRASILEIRA (Bráulio de Castro - J. Costa), cantada por Chico Nunes;
13 - A COBRA VAI FUMAR (Bráulio de Castro - Edy Carlos), cantada por Edy Carlos;
14 - PAPAI TRICOLOR (Fátima de Castro), cantada por Fátima de Castro.

É preciso que se atente que poucos compositores na história da música popular brasileira criaram tantas composições para um mesmo clube.
O disco ainda homenageia Bacalhau de Garanhuns, o maior torcedor do mundo, com uma música e com a fotografia da capa.
Imperdível!

Nenhum comentário: