quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Onde está o dinheiro?



ONDE ESTÁ O DINHEIRO

Nesses últimos dias, além de especulações a respeito de contratações, renovações e dispensas, o assunto falado é sobre o restante do dinheiro que o Internacional ainda não pagou ao Santa Cruz. A grana referente à venda do atacante Gilberto no começo do ano.
Do lado de cá, todos afirmam categoricamente que o clube gaúcho não honrou o compromisso e que está dando um calote de 650 mil reais no nosso Santa Cruz.
Segundo algumas notícias, o Santa Cruz já entrou na Justiça e fala em acionar a FIFA para ver se recebe o dinheiro.
Do lado de lá, surgiram duas versões. Uma que eles já haviam pago e que tinham os comprovantes de pagamento. Já na outra, o presidente do Internacional, Giovanni Luiggi, diz que a dívida não foi paga pelo fato de haver uma proibição por parte da Justiça, em virtude do Santa Cruz ter débitos com a União. Segundo um site, o tal Giovanni afirma que recebeu cartas avisando que não deveria pagar o restante da dívida.
Não entendemos o motivo do presidente do clube colorado não mostrar tais documentos, nem as cartas recebidas.
Sobre esta história de cartas, o Blog do Santinha pede ajuda aos universitários e advogados, pois nunca ouvimos falar que o Poder Judiciário manda carta para alguém avisando que não pague suas dívidas.
Fomos atrás de pesquisar sobre este assunto da negociação de Gilberto e nos deparamos com outra novidade. Lembram que o Santa Cruz havia entrado na Justiça solicitando que o valor referente à venda do nosso ex-atacante não ficasse penhorado?
Pois bem, o Agravo de Instrumento (AGTR118849-PE) que o Santa Cruz interpôs contra a decisão que determinou a penhora do valor referente à transação do jogador Gilberto diz que o preço do jogador foi três milhões, seiscentos e noventa e dois mil, seiscentos e setenta e sete reais e dois centavos.
Nas suas primeiras linhas, o Agravo diz assim:
Trata-se de agravo de instrumento interposto por SANTA CRUZ FUTEBOL CLUBE contra decisão exarada pelo juízo da 11ª Vara Federal da Seção Judiciária de Pernambuco, nos autos da execução fiscal nº 0023028-45.2003.4.05.8300, pela qual determinou, a título de reforço de penhora, a constrição do valor de R$ 3.692.677,02 (três milhões, seiscentos e noventa e dois mil, seiscentos e setenta e sete reais e dois centavos) a ser pago pelo Sport Club Internacional referente à negociação do jogador de futebol conhecido por ‘Gilberto’.
Pois é, de acordo com o tal Agravo, Gilberto não foi vendido por dois milhões, mas por três milhões, seiscentos e noventa e dois mil, seiscentos e setenta e sete reais e dois centavos.
Enfim, amigos! Como diria o matuto, pense numa confusão da gota.
As informações são as mais variadas possíveis. O Santa Cruz diz que Gilberto foi vendido por dois milhões e que o Internacional não cumpriu com o pagamento, por sua vez o Inter fala que recebeu cartas da Justiça proibindo a quitação do resto da dívida, e pra complementar o roteiro da novela, tem essa peça judicial dizendo que o valor da negociação do nosso ex-artilheiro foi de três milhões e tanto.
Só nos resta torcer que tudo seja devidamente esclarecido e que o nosso querido Santa Cruz não seja lesado.

Fonte: Blog do Santinha


Nenhum comentário: