quarta-feira, 25 de abril de 2012

Pedala, Santinha!



PEDALA, SANTINHA!

Alberto Félix, de São Paulo

Camaradas Corais de Brasília, Pina, Cordeiro e arredores.
Este último final de semana foi daqueles para ser jogado na lata de lixo da historia como diria Leon Trotsky.
No sábado, dérbi no Camp Nou, solo sagrado do Barcelona, dito e tido como o melhor time do mundo e o é.
Barcelona e os Merengues, segunda derrota do Barcelona.
Veja bem, dois time grandão de Sampa estão fora da final do campeonato paulista, o Palmeiras do Filipão e o centenário Timão.
Aqui em casa a chefa é uma oriundi palmeirense de não abrir mão do alvi-verde imponente e os meninos são corintianos.
Estão em uma lamuria de dar dó.
A bronca toda ficou entre Guarani (o bugre) e a Ponte Preta (a macaca), Santos (o peixe) e o São Paulo (os não me toque do Morumbi).
Domingo dia de missa, após ouvir a palavra, passei no mercado comprei cerveja para molhar a palavra, oito e pouco da manhã tem Man United e o Everton, time que tem nome de jogador do Santinha.
O jogo foi lá e lô, e terminou empatada em 4x4.
E nós Corais?
Saímos de Recife, pegamos a trilha do cangaço e levamos uma lapada deles.
Bom, os cangaceiros foi decapitados no histórico cerco de Angico.
Aguarde o cerco do Arruda!
Pedala Santinha, Pedala!

Nenhum comentário: