domingo, 21 de abril de 2013

Timbu de coco


TIMBU DE COCO

Clóvis Campêlo

Caros amigos corais:
Hoje, 21 de abril, Dia de Tiradentes, não seremos nós os mártires. Vencer é a senha do dia. Vencer com méritos e sobra para encarar o jogo de volta com mais tranquilidade. Dentro de casa, não vamos dar chance à ninguém. Hoje é dia de comermos o timbu de coco, prato original e excêntrico que vai alimentar o nosso apetite de Cobra Coral.
Esse, está sendo um estadual marcado pela diferença no formato da sua disputa, com um primeiro turno que não valeu nada e com um segundo turno que serviu apenas para a classificação ao quadrangular final. Ou seja, será um título conquistados em poucas partidas e sem grandes emoções.
Mas, nada disso interessa quando entra em campo duas equipe tradicionais e de grande rivalidade. Impor-se é a condição. Derrotar um adversário que durante a semana apelou para a sacanagem, na tentativa de desestabilizar emocionalmente os nossos jogadores.
Mas, agora, na hora da verdade e tirar o couro do timbu e forrar o nosso tamborim prá curtir um som diferente. O som do TRI.

Nenhum comentário: