quarta-feira, 15 de maio de 2013

Para Sandro Manoel, time vai superar o cansaço contra o Inter

Ainda sentido o prazer de ter vencido o Sport Recife, e de quebra ter feito o 2º gol no rival, garantindo o tricampeonato ao tricolor, o volante Sandro Manoel, que substituiu o atacante Dênis Marques no domingo, prepara-se agora para outra missão, não menos difícil, que é enfrentar o time do Internacional, em Caxias do Sul/RS, pelo jogo de volta na Copa do Brasil, nesta quarta-feira (15), às 21h50. Na primeira partida no Estádio do Arruda, o placar foi de 0X0.

Para o jogador é hora de esquecer o pernambucano e voltar os pensamentos para o outro torneio. “Agente tem que esquecer o Campeonato Pernambucano, que já passou. Agora é focar na Copa do Brasil que é muito importante para todos nós também, e jogar com atenção e com muita força, para que agente não dê brecha para a equipe deles (Internacional), que é uma equipe muito boa. Mas agente sabe o que veio fazer aqui no Sul, estamos querendo uma vitória a todo custo, e vamos jogar concentrado para conquistar esse resultado positivo”.

Quando defendia as cores do Marília/SP, ele chegou a jogar no Estádio Centenário, onde vai enfrentar a equipe do técnico Dunga, o que pode ser bastante importante para a atuação do atleta. Mas ele ainda não sabe qual a tática que Marcelo Martelotte vai utilizar. “Temos que jogar da maneira que o professor passar. Martelotte gosta de na hora de marcar tem que marcar e na hora de jogar também. Agente tem que fazer o nosso jogo. Graças a Deus estamos tendo sucesso, não conquistamos o Campeonato Pernambucano à toa. Temos que jogar com sabedoria, até por que, não iremos pegar uma equipe qualquer. É uma equipe grande, qualificada, de série A. Nós sabemos que é difícil, mas que não é impossível tirar o Internacional”.

A equipe do Rio Grande do Sul também foi tricampeã do estadual, no entanto, o jogo da final, realizado contra o time do Juventude, foi no dia 5 de maio, o que garantiu à equipe Colorada um bom tempo de descanso para enfrentar o grupo Coral. Mas Sandro Manoel acredita que esses detalhes não irão influenciar quando o árbitro apitar o início da partida. “Eu acredito que quando chega dentro de campo não tem cansaço. Tivemos dois dias para descansar, é pouco tempo, mas que essa é uma profissão que, infelizmente, trabalha em função do calendário brasileiro, de jogar no domingo e às vezes na quarta-feira, e ter que jogar. Mas agente está bastante focado, independente de ter jogado domingo. Agente está muito focado nessa classificação na Copa do Brasil, por ser importante para mim, para o grupo e para a torcida do Santa Cruz”, acredita.

Sobre a responsabilidade de marcar o meia argentino D’Alessandro, que não veio ao Recife no primeiro jogo, por conta de uma suspensão do STJD, o volante se diz tranquilo e capaz de fazer uma partida equilibrada. “É um jogador diferenciado. Eu tive a oportunidade de jogar contra ele e de marcá-lo. é um jogador que merece atenção especial. Mas pelo fato dele ser um bom jogador, agente não pode se omitir, tem que jogar, fazer nosso jogo e respeitar , mas marcando com muita força, procurando dar alegria ao torcedor do Santa Cruz”.

Na partida dessa quarta-feira, o Santa Cruz vai ter a vantagem de se classificar com empate por gols. O atleta está bastante confiante para o jogo, mas ainda não esquece o gol que marcou contra os rubro-negros. “É um gosto bom, que eu não pretendo perder mais. Eu dou toda honra e glória ao senhor Jesus por, nesse momento, estar tendo o reconhecimento dos torcedores, da imprensa, do pessoal que trabalha comigo todos os dias. Eu espero dar continuidade nisso aí, por que o gostinho (de gol) é muito bom”, brinca.



Fonte: Agência CoralNET de Notícias

Nenhum comentário: