segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Tricolor joga com muita raça e segura o empate diante do Sampaio Corrêa no Maranhão

A grande decisão entre Santa Cruz x Sampaio Corrêa/MA pelo título do Campeonato Brasileiro da Série C 2013 começou neste domingo. No primeiro embate entre as duas equipes, realizado no Maranhão, o placar ficou em 0x0.

Com esse resultado o Tricolor precisa de uma vitória simples na partida do próximo final de semana, no Arruda, para se sagrar campeão.

O TIME - Com muitos desfalques no seu setor ofensivo, o treinador Vica foi obrigado a modificar bastante a sua equipe. O esquema 4-5-1 foi mantido, mas dessa vez o comandante do ataque coral foi Siloé.

Assim, o Santa entrou em campo com: Tiago Cardoso, Oziel, Everton Sena, Renan Fonseca e Panda; Sandro Manoel, Dedé, Luciano Sorriso, Raul e Renatinho; Siloé

O JOGO - Jogando fora de casa e sem seus principais atacantes, o Mais Querido entrou em campo apostando na forte marcação e na velocidade para vencer o jogo. Logo no primeiro minuto o Tricolor criou uma grande chance de marcar, quando Ozil cobrou falta da direita na cabeça de Luciano Sorriso, mas o volante mandou para fora.

O Sampaio, por sua vez, demorou para entrar no ritmo do jogo e só criou a primeira chance de gol aos 26 minutos. Tote avançou bem pela direita, recebeu bom lançamento e chutou, mas a bola foi pra fora.

Sem conseguir penetrar na defesa tricolor, o time da casa arriscava chutes de longa distância para tentar abrir o placar, mas sem sucesso.

Aos 35 minutos o Mais Querido teve grande chance de marcar em um contra-ataque em velocidade, mas Siloé segurou demais a bola e perdeu a oportunidade de tocar para Renatinho, que entrava na área livre para marcar.

Logo depois o Santa chegou novamente com perigo. Renatinho fez grande jogada, entrou na área e tocou para trás. Panda vinha em velocidade e soltou a bomba, mas a bola passou raspando na trave.
SEGUNDO TEMPO - Na volta para a segunda etapa o treinador Vica resolveu modificar sua equipe e colocou o atacante Jonathan na vaga do meia Raul. Segundo o comandante coral, sua ideia era aumentar o poder ofensivo da sua equipe.

A primeira chance de gol no segundo tempo foi do Sampaio. Júnior Chicão entrou em velocidade pela esquerda e soltou uma bomba, mas Tiago Cardoso defendeu bem e salvou o Santa.
O Mais Querido demorou para responder e só chegou com perigo aos 12 minutos, quando Panda soltou uma bomba de fora da área e por pouco não surpreendou o goleiro Rodrigo.

Para tentar chegar ao ataque com mais perigo, Vica resolveu escalar o volante Léo e o atacante Flávio Caça-Rato nas vagas de Siloé e Renatinho. As mudanças não surtiram efeito imediato e o jogo caiu de rendimento.

Só no fim da partida os dois times voltaram a atacar com perigo. Primeiro foi a vez do Sampaio Corrêa, que teve uma boa chance com Júnior Chicão de cabeça, mas Tiago Cardoso defendeu bem. Depois foi a vez do Santa chegar com Jonathan, mas antes dele concluir para o gol a arbitragem parou o lance e alegou impedimento.


Nenhum comentário: