quinta-feira, 27 de março de 2014

Santa Cruz 1 x 1 Sport


SANTA CRUZ 1 x 1 SPORT

Clóvis Campêlo

Caros amigos corais, confesso que não entendi aquela segunda substituição no jogo de ontem.
Jeferson Maranhão no lugar de Natan, que pediu para sair por cansaço, tudo bem. O time recuou a marcação, já que ganhávamos por 1x0 e passou a jogar nos contra-ataques, explorando a velocidade do segundo. Não funcionou, mas estava dentro da lógica.
Agora, Nininho no lugar de Flávio Caça-Rato, foi cruel. Se a equipe já estava desarticulada taticamente, desconjuntou-se de vez. E o pior é que tínhamos no banco bons jogadores como Betinho, Adílson e Renatinho que poderiam ter entrando e dado conta do recado. Nininho embolou com Oziel pela direita e deixou o time ainda mais capenga.
Na verdade, foram dois tempos distintos. Dominamos o primeiro, fizemos um um gol com Leo Gamalho e poderíamos ter feito mais. O Sport jogava recuado e nos dava espaço para evoluções.
No segundo tempo, a coisa se inverteu. Recuamos, fizemos substituições e alterações táticas equivocadas e deixamos a Coisa empatar.
Portanto, ainda não foi dessa vez que soltamos o grito da garganta. De certo modo, o empate final teve um gosto de derrota. caímos na tabela para a terceira colocação e corremos o risco de enfrentar o Náutico nas semifinais.
Domingo, em Caruaru, teremos outro jogo duro contra o Central, que ontem venceu o Porto e está na luta pela classificação. Vamos ver se o treinador Vica erra menos nas substituições e na escolha dos esquemas táticos.

Nenhum comentário: