quarta-feira, 23 de abril de 2014

Santa Cruz 1 x 2 Salgueiro


SANTA CRUZ 1 x 2 SALGUEIRO

O Santa Cruz deu vexame nesta terça (22), no Arruda. O Tricolor perdeu por 2x1 para o Salgueiro, no jogo de volta da decisão pelo 3º lugar do Campeonato Pernambucano. O Carcará marcou com Kanu e Fabrício Ceará. Leo Gamalho, artilheiro do certame com 12 gols, anotou o tento coral.
A derrota coloca o Salgueiro na Copa do Nordeste de 2015, ao lado de Sport e Náutico, que decidem o título nesta quarta-feira (23), na Arena Pernambuco. O Santa Cruz está fora do próximo Nordestão.
Em meio a essa turbulência, o técnico Sérgio Guedes assume nesta quarta o comando técnico do Santa Cruz, no lugar de Vica, que entregou o cargo após o empate por 1x1 com o ABC, no último sábado, pela Série B.
Este foi o terceiro mata-mata seguido em que o Santa Cruz foi eliminado. Nas semifinais da Copa do Nordeste e do Pernambucano, o time coral caiu diante do Sport.
No jogo desta terça-feira, o Santa foi comandado pelo diretor técnico Ataíde Macedo. Ele preferiu armar o time apenas com o garoto Raniel, 17 anos, na meia e escalou três atacantes: Flávio Caça-Rato, Betinho e Leo Gamalho. Não funcionou, especialmente porque o volante Luciano Sorriso foi ineficiente ao lado do garoto, enquanto Caça-Rato voltava para tentar armar o time, o que não é a sua especialidade. Betinho e Gamalho ficaram isolados. O Salgueiro era um time mais organizado, principalmente com o meia Anderson Paraíba livre para armar as jogadas.
Nos primeiros minutos, o Santa Cruz deixou a entender que iria mandar no jogo. Aos cinco minutos, Caça-Rato acertou um bom arremate de fora da área e a bola passou rente à trave do goleiro Luciano. Depois, o Salgueiro ditou o ritmo. Em três ataques, do Carcará, Tiago Cardoso foi obrigado a fazer três defesas em arremates de Moreilândia, aos oito, Pery, aos 12, e Valdeir, aos 18.
Melhor em campo, o Salgueiro não errou aos 44 minutos. Pery penetrou pela esquerda e bateu forte. A bola bateu na trave e, na sobra, Kanu só tocou para fazer 1x0.
No segundo tempo, o Santa Cruz voltou com Nininho no lugar de Zeca na lateral esquerda e Renatinho na vaga de Flávio Caça-Rato. O Salgueiro retornou sem Anderson Paraíba para a entrada do lateral Daniel. Um erro do técnico estreante Fernando Alcântara. O time cedeu espaço e o Santa Cruz ganhou campo, mas sem muita competência ofensiva. Mesmo assim, aos 10, Raniel mandou para fora uma boa chance.
Apesar do fraco futebol, o Santa Cruz, aos 34, chegou ao empate. Oziel cruzou da direita, Luciano deu o rebote e o atacante Leo Gamalho mandou para o fundo das redes. Mas, o tricolor não mostrou consistência para levar a decisão para os pênaltis. Aos 42, o Salgueiro tocou a bola e o lateral Marcos Tamandaré cruzou. Fabrício Ceará, que havia entrado aos 30, usou a cabeça para fazer 2x1.
No desespero, o Santa Cruz foi todo à frente e aos 48, Leo Gamalho, sozinho, finalizou em cima de Luciano a última chance.
FICHA DO JOGO

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Oziel, Everton Sena, Renan Fonseca e Zeca (Nininho); Sandro Manoel, Luciano Sorriso e Raniel (Pingo); Flávio Caça-Rato (Renatinho), Betinho e Leo Gamalho. Técnico: Ataíde Macedo (interino).
Salgueiro: Luciano; Marcos Tamandaré, Aylton Alemão, Ranieri e Pery; Moreilândia, Pio (Rodolfo Potiguar), Valdeir e Anderson Paraíba (Daniel); Everton (Fabrício Ceará) e Kanu. Técnico: Fernando Alcântara.
Local: Arruda. Árbitro: Gilberto Castro Jr. Assistentes: Albert Jr e Ricardo Chianca. Gols: Kanu, aos 44 do 1º tempo, Gamalho, aos 34, Fabrício Ceará, aos 42 do 2º. Amarelos: Gamalho, Ninino (San), Moreilândia, Pery, Luciano, Rodolfo Potiguar e Fabrício Ceará (Sal). Renda: R$ 60.098. Público: 4.820.

Fonte: JC ON LINE

Nenhum comentário: