terça-feira, 8 de abril de 2014

Santa Cruz 3 x 0 Sport



SANTA CRUZ 3 x 0 SPORT

O Santa Cruz foi senhor do quinto Clássico das Multidões e bateu o Sport por 3x0, ontem, no Arruda, no primeiro jogo das semifinais do Campeonato Pernambucano. O tricolor ainda não havia vencido o rival na temporada. Nos quatro jogos anteriores, amargou três derrotas e um empate. Com o resultado, os corais só precisam empatar domingo, na Ilha do Retiro, para chegar à final da competição, que vale o tetracampeonato. Uma vitória simples do rubro-negro leva a decisão para os pênaltis, pois o regulamento não determina saldo de gols, mas pontos ganhos.
As duas equipes entraram com um esquema semelhante, com três volantes. Do lado do Santa Cruz, Sandro Manoel, Memo e Luciano Sorriso, enquanto pelo Sport, Rodrigo Mancha, Ewerton Páscoa e Rithely, que teria de fazer a função de um meia. No tricolor, Raul era o único meia de origem, mas tinha a chegada de Sorriso, com o apoio do atacante Flávio Caça-Rato e de Leo Gamalho.
O rubro-negro tinha o apoio de Ananias do lado esquerdo, enquanto Felipe Azevedo ainda voltava para marcar, deixando Neto Baiano sozinho na frente.
O duelo foi constante e a marcação muito forte. Mas o Santa Cruz era efetivo em bloquear as principais jogadas do Sport. Com isso, o tricolor teve mais presença ofensiva. Aos nove minutos, por exemplo, Raul cobrou falta e Magrão fez uma grande defesa. O Leão não conseguia coordenar a sua saída de bola
As melhores chances do Sport foram em cobranças de falta com Neto Baiano. Em uma delas, aos 20 minutos, ele carimbou a trave esquerda do goleiro Tiago Cardoso. O Santa Cruz teve mais oportunidades. Aos, 23, o zagueiro Renan Fonseca cabeceou uma grande chance para fora. Depois, Leo Gamalho entrou na área e finalizou por cima do travessão. Aos 30, Durval salvou ao rebater um arremate de Sorriso. O rubro-negro só voltou a dar sinal de vida em uma cobrança de escanteio, quando Durval cabeceou e Tiago Cardoso defendeu.
No segundo tempo, o Santa Cruz voltou com o meia Carlos Alberto na vaga de Luciano Sorriso, que havia sofrido uma forte pancada nas costelas. O time ganhou mais velocidade, mas foi o Sport que teve a chance de abrir o placar. Aos dois minutos, Neto Baiano acertou um belo chute e Tiago Cardoso fez uma grande defesa.
O Santa Cruz, no entanto, retomou domínio do jogo. Aos nove minutos, Leo Gamalho lançou Flávio Caça-Rato. Ao entrar na área, o atacante foi derrubado por Durval. Pênalti. Gamalho cobrou muito bem e fez 1x0, aos 13 minutos. Logo em seguida, o técnico Eduardo Baptista promoveu duas mudanças. O meia Aílton entrou no lugar de Rithely e Renan Oliveira na vaga de Rodrigo Mancha. Não deu certo. O tricolor só teve o trabalho de encaixar os contra-ataques. Aos 30, Magrão fez milagre ao defender uma cobrança de falta de Raul e na sequência um arremate de Carlos Alberto.

Fonte: JC On Line

Nenhum comentário: