domingo, 11 de maio de 2014

Santa Cruz 0 x 0 Luverdense


SANTA CRUZ 0 x 0 LUVERDENSE

Apesar do reencontro caloroso com a sua torcida (mais de 13 mil pagantes compareceram), ainda não foi dessa vez que o Santa Cruz conseguiu vencer na Série B do Brasileiro. O tricolor ficou no 0x0 com o Luverdense, neste sábado (10/5), na Arena Pernambuco, o seu quarto empate em quatro rodadas no campeonato – três deles como mandante.
Com o placar, o Santa chegou aos 4 pontos, flertando com a zona de rebaixamento, na 16ª posição, muito próximo da zona de rebaixamento, que começa no 17º posto. O Luverdense tem 6.
O tricolor volta a entrar em campo na quarta-feira, contra o Botafogo da Paraíba, no Almeidão, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil. Pela Série B, o time tem dois jogos também fora de casa, contra Icasa e Oeste, nos dias 17 e 20 deste mês.
O tricolor continuou invicto no estádio da Copa do Mundo (venceu duas e empatou a de ontem) e na competição. O adversário também manteve a invencibilidade na Segundona, mas ambos saíram como derrotados porque apresentaram um futebol sofrível.
O jogo começou com o tricolor no ataque, criando algumas oportunidades seguidas, principalmente por meio de cruzamentos na área. Em um deles, aos 6 minutos, Renan Fonseca cabeceou e acertou a trave. Depois, o time abusou dos erros de passe, sobretudo, nas saídas de bola, e não conseguia armar jogadas.
A partida ficou bastante truncada, com faltas duras e divididas ríspidas. Gilson levou uma cotovelada no rosto e teve que ser atendido fora de campo devido a um sangramento. O atleta foi medicado e voltou com uma touca. Com as insistentes falhas dos tricolores, o Luverdense cresceu no jogo. Na falha de Everton na zaga, quase Misael abriu o placar.
No começo do segundo tempo, aos 4 minutos, Danilo Pires, que havia acabado de entrar no lugar de Caça-Rato, fez um ótimo lançamento para Leo Gamalho. De cara com o goleiro Gabriel Leite, o atacante deu um toque de classe por cobertura e por pouco não acertou o gol.
Aos 16, depois da melhor troca de passes até então, Carlos Alberto chutou da entrada da área, e a bola carimbou o travessão. Daí por diante, o Santa foi só pressão. Aos 19, Renatinho arriscou da intermediária, mas a bola saiu pela linha de fundo.
Já, aos 28, foi a vez de Danilo Pires tentar de cabeça após cruzamento. Aos 40, após um erro de passe, o Luverdense criou uma boa chance ao puxar um contra-ataque mas a zaga tricolor conseguiu desarmar.
No último lance do jogo, aos 46 minutos, Betinho caiu na área depois de dividir a bola com Gabriel Leite, a torcida pediu pênalti, mas o juiz apontou simulação do atacante e advertiu com cartão amarelo. No final, Carlos Alberto ainda arriscou mais uma, mas o jogo terminou mesmo sem gols.

FICHA DO JOGO:

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Nininho, Everton Sena, Renan Fonseca e Renatinho; Sandro Manoel, Luciano Sorriso (Pingo), Memo (Betinho) e Carlos Alberto; Caça-Rato (Danilo Pires) e Leo Gamalho. Técnico: Sérgio Guedes.
LUVERDENSE: Gabriel Leite; Raul, Renato, Braga e Samuel; Júlio Terceiro (Jean Patrick), Gilson, Rubinho (Fernando) e Washington; Lê e Misael (Leo). Técnico: Júnior Rocha.
Local: Arena Pernambuco. Árbitro: Renan de Souza (PB). Assistentes: Oberto da Silva Santos e José Maria de Lucena Netto (ambos da PB). Cartões amarelos: Lê e Jean Patrick (L), Danilo Pires e Betinho (S). Público: 13.010. Renda: R$ 321.585.

Fonte: JC ON LINE

Nenhum comentário: