sábado, 31 de maio de 2014

Santa Cruz 2 x 0 Joinville


SANTA CRUZ 2 x 0 JOINVILLE

O reencontro entre o Santa Cruz e a sua torcida não poderia ter sido melhor. A última partida diante do torcedor ocorreu diante do Luverdense, dia 10 deste mês, na Arena Pernambuco. O time manteve a invencibilidade ao vencer o Joinville por 2x0, pela 9ª rodada da Série B do Brasileiro, na noite desta sexta, nos Aflitos, pois o Arruda permanece interditado pela CBF. Além disso, o tricolor subiu da 12ª posição para a oitava, com 13 pontos, mesmo de forma provisória, pois a rodada será complementada, neste sábado, com mais seis jogos. O time catarinense permanece na terceira colocação com 17 pontos.
Na próxima terça-feira, também nos Aflitos, o Santa Cruz recebe a Ponte Preta, pela 10ª rodada. Após esse jogo, a competição será paralisada devido a Copa do Mundo.
O Santa Cruz entrou para decidir o jogo e foi logo para cima do Joinville. O time catarinense não esperava a pressão inicial do tricolor pernambucano. Por isso, não conseguia sair do seu campo defensivo. Logo aos 12 minutos, após uma cobrança de escanteio do lateral Nininho, o zagueiro Renan Fonseca acertou um belo arremate e o goleiro Ivan defendeu com dificuldade.
A pressão do Santa Cruz continuou intensa, com boa velocidade e os volantes chegando à frente. Assim, aos 15 minutos, Memo, de fora da área, após boa troca de passes com o atacante Pingo, acertou um chute forte, a bola bateu na trave direita e entrou: 1x0.
Com o gol, o Santa Cruz resolveu diminuir a pressão e atrair o Joinville para tentar os contra-ataques. Com isso, o time catarinense chegou a assustar o goleiro Tiago Cardoso. Aos 26, o meia Tartá desperdiçou uma boa chance. Depois, o atacante Edigar Júnio mandou para fora outra oportunidade, aos 29.
Após esses dois sustos, o Santa voltou a marcar na frente e criou condições para aumentar o placar. Aos 30, o meia Carlos Alberto acertou o travessão de Ivan. Cinco minutos depois, o atacante Betinho, livre, finalizou fraco para a defesa do goleiro catarinense.
O Joinville perdeu o controle. Aos 37, Tartá deu um entrada violenta em Memo e foi punido com o cartão amarelo. Um minuto depois, repetiu a dose em cima do zagueiro Everton Sena. O árbitro carioca Marcelo de Lima Henrique não teve outra opção e expulsou o atleta do JEC.
No segundo tempo, com um homem a mais, o Santa manteve o mesmo ritmo. E logo aos dois minutos, o volante Danilo Pires obrigou Ivan a fazer uma boa defesa. A resposta do adversário veio em seguida. O lateral Édson Ratinho arrematou de fora da área para uma grande defesa de Tiago Cardoso.
Com o controle do jogo, o Santa Cruz partiu para definir a vitória. Aos dez minutos, Renatinho escapou pela esquerda e cruzou com perfeição. Betinho, com categoria, cabeceou para fazer 2x0. O gol foi uma ducha fria na possibilidade de uma reação do Joinville.
A partir daí, o Santa passou a tocar a bola, mas sem pressionar com o mesmo ímpeto. Assim, o técnico Sérgio Guedes promoveu algumas mudanças ao colocar Julinho, que estreou, na vaga de Nininho, enquanto Flávio Caça-Rato ocupou o lugar de Pingo. O meia Emerson Santos entrou no lugar de Carlos Alberto. Mesmo assim, o time pouco criou e só assegurou a vitória.

Fonte: JC On Line

Nenhum comentário: