quarta-feira, 4 de junho de 2014

Santa Cruz 2 x 1 Ponte Preta


SANTA CRUZ 2 x 1 PONTE PRETA

O Santa Cruz foi eficiente e conquistou a sua terceira vitória consecutiva ao bater a Ponte Preta por 2x1, na noite desta terça-feira (3/6), no seu retorno ao Arruda, pela 10ª rodada da Série B do Brasileiro. Com o resultado, o tricolor quebrou um tabu de nunca ter vencido o adversário em jogos oficiais. Além disso, chega a sexta colocação com 16 pontos. O time coral só perde a posição caso o Luverdense, 15 pontos e quatro vitórias, empate ou vença o Paraná, na próxima sexta-feira. A Macaca de Campinas, com os mesmos 16 pontos, permanece na quinta colocação e quatro vitórias, mas também pode perder a posição para o próprio Luverdense.
A última partida do Santa Cruz na sua casa ocorreu no dia 2 de maio, diante do Paraná. O Arruda foi interditado devido a morte do torcedor Paulo Ricardo Gomes da Silva, atingido por uma vaso sanitário arremessado da arquibancada após a partida com os paranaenses. Por isso, na reabertura do estádio, antes do jogo, o Padre Roberto, da Paróquia do Morro da Conceição, usando o serviço de som, rezou o Pai Nosso pela paz.
A oração deu resultado. O jogo transcorreu em paz, sem incidentes. O Santa Cruz, eficiente e rápido, envolveu a Ponte Preta. Logo aos oito minutos, após boa jogada, o meia Danilo Pires cruzou da direita e o lateral Renatinho, como um verdadeiro atacante, desviou de calcanhar e marcou um gol de letra: 1x0.
O Santa Cruz tinha o controle do jogo, não deu espaço ao adversário. A Ponte só apareceu bem no ataque aos 19 minutos. O lateral Bryan acertou um bom arremate de fora da área e Tiago Cardoso defendeu parcialmente. No rebote, Edno finalizou por cima do travessão.
A equipe tricolor, no entanto, foi mortal aos 32 minutos. O atacante Leo Gamalho deu um passe de mestre para Pingo. Ele entrou na área, driblou o goleiro Roberto e mandou a bola para o fundo das redes: 2x0.
No segundo tempo, o Santa Cruz praticamente abdicou de atacar, cedeu espaço para Ponte Preta. A Macaca, no entanto, não encontrou espaço para finalizar, bloqueada pela boa marcação tricolor. A situação ficou mais complicada com a expulsão do zagueiro César, aos 19 minutos, depois de uma entrada em Pingo. Ele havia recebido o cartão amarelo aos seis minutos. O árbitro mineiro Cleisson Veloso Pereira aplicou outro amarelo, seguido no vermelho.
Apesar de ter um homem a mais, o Santa continuou tímido ofensivamente. Nem mesmo, a entrada do atacante Betinho na vaga do meia Carlos Alberto e do meia Emerson Santos no lugar de Pingo, deu força ao time. O lateral Tony, que estreou, também ocupou a vaga de Nininho. O time tricolor ficou apenas em uma cabeçada de Leo Gamalho para fora. A Ponte, já nos acréscimos, aos 47, diminuiu o placar com um belo gol de Jonathan Cafu aproveitando um cruzamento de Juninho. Mas, era tarde.
Após esta rodada, a Série B para devido a Copa do Mundo. Os jogadores do Santa Cruz, a partir desta quarta-feira, terão folga até o dia 16. O próximo jogo está marcado para o dia 15 de julho, contra o Vasco, no Rio.

FICHA DO JOGO

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Nininho (Tony), Everton Sena, Renan Fonseca e Renatinho; Sandro Manoel, Memo, Danilo Pires e Carlos Alberto (Betinho); Pingo (Emerson Santos) e Leo Gamalho. Técnico: Sérgio Guedes.

Ponte Preta: Roberto, Daniel Borges, César, Gilvan e Bryan; Juninho, Elton, Adrianinho (Rodolfo) e Jonathan Cafu; Edno (Antônio Flávio) e Alexsandro (Luan). Técnico: Dado Cavalcanti.

Local: Arruda. Árbitro: Cleisson Veloso Pereira (MG). Assistentes: Marconi Helbert Vieira e Celso Luiz da Silva (MG). Gols: Renatinho, aos 8, Pingo, aos 32 minutos do 1º tempo, Jonathan Cafu, aos 47 do 2º. Renda: não divulgada.Público: 15.759. Cartões amarelos: Danilo Pires, Memo (S), Alexsandro, Daniel Borges (P). Expulsão: César (Ponte Preta, aos 19 do 2º tempo).

Fonte: JC On Line

Nenhum comentário: