terça-feira, 13 de janeiro de 2015

A esperança de Bruno


A ESPERANÇA DE BRUNO

Leonardo Vasconcelos

Esperar. Um verbo que o goleiro Bruno Cardoso conjugou durante vários anos em busca de uma chance de ser titular com regularidade. No Santa Cruz, pode ter essa chance, enquanto o paredão Tiago Cardoso se recupera de uma cirurgia.
O goleiro, de 30 anos e 1,95m, foi apresentado oficialmente, nesta segunda-feira (12), no Arruda, enfatizando o quanto soube aguardar para ter oportunidades. “Eu cheguei no Palmeiras em 1997 (com 12 anos) e fui jogar minha primeira partida como profissional em 2008 (com 23). Eu soube esperar, passei por todas as etapas. Fui quarto goleiro, terceiro, reserva e esperei tudo pacientemente”, disse o goleiro que ficou à sombra do ídolo palmeirense Marcos muito tempo.
Bruno chega por empréstimo consciente de que vem para para concorrer novamente com outro ídolo, Tiago Cardoso, que está machucado e só deve voltar a jogar em maio. “É legal a responsabilidade de substituir um ídolo, faz parte da nossa vida de jogador. Essa responsabilidade é muito gostosa, é o que faz a gente ter aquela motivação extra de continuar o trabalho que estava sendo bem feito”, afirmou.
Para dar a volta por cima na carreira, ele se espelha no amigo na vida pessoal e rival na profissional que também saiu de um clube grande paulista para se destacar em Pernambuco: Júlio César, do Náutico, ex-Corinthians. “Sou um grande amigo do Júlio, a gente joga contra desde as categorias de base. A primeira pessoa que liguei quando recebi a proposta foi ele e só me falou coisas boas sobre a cidade e sobre o Santa”, revelou.
Por coincidência, ele vai ser treinado por um goleiro que também já conjugou muito o verbo esperar. Bosco, que durante anos foi reserva de Rogério Ceni no São Paulo, deve chegar amanhã ao Arruda. “Acho que a gente já ficou no banco um contra o outro. É uma pessoa que está começando agora na função (de preparador) e tem uma história aqui no Recife. Ele vai aprender com a gente e a gente com ele”, disse.

Fonte: JC Online, 12/01/2015

Nenhum comentário: