domingo, 22 de fevereiro de 2015

Bruno se diz tranquilo


BRUNO SE DIZ TRANQUILO

Pedro Galindo

Foi extremamente decepcionante a derrota do Santa Cruz para o Salgueiro, pelo Campeonato Pernambucano, neste sábado. O time coral dominou o adversário durante o primeiro tempo, colocou três bolas na trave, mas não conseguiu transformar a superioridade em gols. E foi punido num lance em que Jefferson Berger foi às redes, depois do goleiro Bruno ter evitado que a primeira tentativa do Carcará abrisse o placar.
O goleiro tem sido bastante questionado desde que chegou ao clube, pela insegurança que vem transmitindo ao resto do sistema defensivo. Mas na saída do gramado, não fugiu das críticas e chamou a responsabilidade pelo resultado negativo, ainda que sua participação não tenha sido decisiva para a derrota. "Se tiver que jogar na minha conta essa derrota, pode jogar, porque tenho a cabeça boa para lidar com isso. Nenhum desses meninos merece essas vaias. Eu assumo a responsbilidade para esse trabalho continuar sendo bem feito", declarou.
Bruno lamentou o fraco aproveitamento dos atacantes tricolores na hora da finalização, mas continuou defendendo os garotos do elenco e o trabalho que vem sendo realizado pelo técnico Ricardinho. "O futebol é muito dinâmico. A gente acabou tomando um gol besta, fora isso foram só bolas alçadas. A gente acabou tendo azar na finalização. Mas o trabalho está muito bem feito e os meninos não merecem nenhuma dessas vaias", pontuou.
Cabeça erguida
Apesar das críticas e do mau momento individual e coletivo, o goleiro se mostrou tranquilo com a situação, e afirmou que não vai se deixar abalar. "Eu fui cobrado injustamente com os seis gols que acabei tomando, e hoje a gente perdeu em casa. Irritado, dando respostas mal educadas, você nunca vai me ver. vou continuar atendendo a todos sempre, independente de fazer uma boa atuação ou de tomar um gol embaixo das pernas", completou o camisa 1 tricolor.

Fonte: Diario de Pernambuo, Recife, 21/02/2015

Nenhum comentário: