sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Com moral


COM MORAL

Fernando Barros

Dentre os atuais atacantes do elenco do Santa Cruz, há um que já ganhava destaque antes mesmo da temporada começar. Sempre que entrava em campo, Betinho arrancava exageradas reações das arquibancadas. Entretanto, a catarse coletiva era despertada muito mais pelos gols perdidos do que pelo que o centroavante apresentava
Por isso era o homem de frente mais criticado do grupo coral. Na vitória sobre o Central – a primeira do Tricolor no ano – Betinho voltou a passar em branco. Mas escapou das críticas. Tudo porque foi responsável direto pelos dois gols, dando os passes para Guilherme Biteco e João Paulo marcarem. Agora, com mais confiança, o contestado jogador ganhou sobrevida no clube.
“Início de temporada é difícil, principalmente para mim, que acabei o ano passado jogando pouco, porque tive duas lesões musculares”, justificou, ao comentar sobre o seu desempenho na equipe. “Mas sei que posso crescer, melhorar e ajudar o Santa Cruz. Em começo de temporada, você pensa e as pernas não obedecem. Voltei agora e fizemos uma boa partida e fiz o que o professor pediu. O mais importante é que o Santa saiu com a vitória”, reforçou, sem se sentir incomodado com a falta de gols marcados. “Não estou muito preocupado com isso, não. Foram apenas dois jogos e tenho muito a melhorar ainda.”
E nada como ter sido fundamental na vitória para o centroavante ganhar moral. Agora, Betinho garante que nem se preocupa com a forte briga pela posição no elenco. “Confiança é tudo. Perdi confiança no início da temporada, mas estou focado. Aqui, todos os atacantes vão jogar”, assegurou. “Independente de nome, quem estiver melhor vai jogar e estou trabalhando forte para isso. Sei que tenho condições de ser titular. Ninguém tem cadeira cativa aqui”, sentenciou o jogador.

Fonte: Blog de Primeira, Folha de PE, Recife, 19/02/2015

Nenhum comentário: