domingo, 1 de fevereiro de 2015

O pênalti


O PÊNALTI

Felipe Amorim

Para os tricolores, o pênalti foi decisivo para a derrota do Santa Cruz no Clássico das Multidões que abriu o Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano. A explicação é até coerente, uma vez que até antes do fatídico lance, os corais estavam ligeiramente melhores na partida.
“No primeiro tempo tivemos um bom volume de jogo, e no início do segundo foi maior ainda. Só que pênalti desequilibrou a nossa equipe”, afirmou o técnico Ricardinho, que fez questão de isentar o zagueiro Alemão pelo resultado. “Não posso jogar a derrota em cima da expulsão, porque naquele momento já estávamos perdendo e o Sport também teve um jogador expulso. O que mudou a história do jogo foi o lance do pênalti”, completou o treinador.
O volante Edson Sitta também seguiu a mesma opinião do comandante. “Para mim não foi pênalti. No lance, Bileu tocou e a bola correu para fora da área. Isso acabou mudando o panorama da partida”, disse.
Agora apesar do tropeço, o técnico Ricardinho continua otimista. “É verdade, a nossa equipe está em formação e por isso vamos evoluir ainda mais. Não há motivo para desespero e achar que tudo está errado”, encerrou.

Fonte: Jornal do Commercio, Recife, 31/01/2015

Nenhum comentário: