domingo, 22 de fevereiro de 2015

Ricardinho pressionado


Fotografia de Peu Ricardo / Folhape

RICARDINHO PRESSIONADO

Gustavo Lucchesi

Quatro jogos e três derrotas. Apesar da evolução no futebol da equipe, o técnico Ricardinho já sofre com a forte pressão pelos resultados. A torcida continua desconfiada e o clássico de quarta-feira, contra o Náutico, pode ser decisivo para a permanência do treinador no Arruda. Depois da derrota para o Salgueiro, Ricardinho deu entrevista coletiva e falou sobre vários assuntos.

DERROTA PARA O SALGUERO

“Sem dúvida que nós tivemos um primeiro tempo com muitas oportunidades. Infelizmente não conseguimos concretizar em gol. Foi um pouco de ansiedade mesmo dos jogadores, falta de sorte também, mas faz parte do futebol. Levamos um gol num lance isolado e tudo virou. Conseguimos reagir, mas novamente pecamos nas finalizações”.

ABALO PSICOLÓGICO E RESPONSABILIDADE

Não podemos achar que perdemos o jogo só porque saímos atrás no marcador. Isso aconteceu contra o Sport e agora contra o Salgueiro. Isso não pode tirar nossa confiança. Precisamos acreditar um pouco mais e reagir. Mas a responsabilidade é minha e assumi o insucesso desses jogos.

VAIAS PARA BRUNO

Primeiro que a responsabilidade é minha. Eu que escalo os jogadores. Segundo é normal que quando você não consiga o resultado, você sair procurando culpados. Entendo o torcedor. Eu também sou um péssimo perdedor. O Bruno começou jogando a temporada, eu converso com o Bosco (preparador de goleiros) quase que diariamente e se tiver que tirar o Bruno ou não, isso é uma decisão minha.

CARGO À DISPOSIÇÃO

Isso é mentira. Não houve essa conversa e essa informação está furada.

AUSÊNCIA DE BRUNO MINEIRO E ANDERSON AQUINO

Eu sempre enalteço a presença. Eles fazem falta, mas dou prioridade para quem está jogando.

Fonte: Blog de Primeira, Folha de Pernambuco, Recife, 21/02/2015

Nenhum comentário: