domingo, 8 de fevereiro de 2015

Todas as fichas no camisa 9


TODAS AS FICHAS NO CAMISA 9

Fernando Barros

O discurso foi unânime entre os tricolores. A derrota por 3×0 para o Sport não foi um reflexo exato do que realmente aconteceu no último Clássico das Multidões. Afinal, para os atletas corais, o jogo foi marcado pelo equilíbrio entre as duas equipes e o placar elástico só foi construído após o Santa Cruz tomar o primeiro gol e deixar espaços de sobra para os rivais ampliarem a vantagem. Ou seja, se o time fez boa partida, criou boas chances de gol, mas passou em branco, isso indica que o Tricolor pecou nas finalizações. Para não cometer mais deslizes no ataque diante do Serra Talhada, neste domingo, o técnico Ricardinho já adiantou: Bruno Mineiro, maior candidato a artilheiro do elenco, vai começar jogando.
A decisão de escalar o jogador para entrar de frente parecia óbvia. Afinal, o atacante tem reputação de goleador nato e reforçou essa imagem quando passou pelo rivais Náutico e Sport. Entretanto, há um pequeno problema para o Tricolor. Contratado há pouco pelo Santa, Bruno Mineiro ainda não se encontra em suas melhores condições físicas. Mesmo assim, o próprio atleta se mostra disposto a entrar em campo o quanto antes.
“Lógico que ainda não estou no ápice da minha parte física e técnica, mas estou bem mais preparado do que no clássico. Ainda é o começo, mas sabia que uma hora eu teria que jogar e precisaria dar o meu melhor”, explicou.
No entanto, para cair nas graças da exigente massa coral, Bruno Mineiro sabe que boas atuações não serão o bastante. O veterano está ciente de que foi contratado para fazer gols a rodo, a exemplo de nomes como Marcelo Ramos, Gilberto, Dênis Marques e Léo Gamalho, artilheiros mais recentes do clube. “Por onde passei, tentei fazer o melhor. Aqui tem essa fama de centroavante sempre dar certo e espero fazer parte desse grupo. Tenho essa característica de centroavante e vou fazer o possível para marcar gols. Sei que tenho que fazer, (Anderson) Aquino também tem, todo mundo tem. A gente joga a responsabilidade para o 9, mas a missão é de todos nós”, assegurou.
Bruno Mineiro tem uma ótima média de gols por Náutico e Sport. No Timbu teve uma passagem relâmpago, mas anotou nada menos do que oito gols em dez jogos na Série A de 2009, o que significa quase um gol marcado por jogo. Em sua estadia pela Ilha do Retiro, marcou 16 vezes em 43 jogos, sendo o artilheiro do Leão em 2011, além de ter marcado o gol decisivo que garantiu os rubro-negros na Série A de 2012.

Fonte: Blog de Primeira, Folha de Pernambuco, Recife, 07/02/2015

Nenhum comentário: