quarta-feira, 4 de março de 2015

O vai e vem do DM


Renatinho machucado
Fotografia de Diego Nigro / JC Imagem

O VAI E VEM DO DM

Felipe Amorim

Se na última partida, no clássico contra o Náutico, o técnico Ricardinho teve alguns problemas de ordem clínica, diante do Salgueiro, no próximo domingo, pela sétima rodada do Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano, a história pode ser bem diferente, pois três atletas devem ter alta do Departamento Médico ainda hoje. O meia-atacante Thiaguinho e os volantes Edson Sitta e Bruninho.
Por outro lado, a situação de Renatinho é bem preocupante e, inclusive, sua participação no jogo contra o Carcará ainda é incerta. Foram necessários pouco mais de dez minutos para Renatinho pôr a mão na coxa esquerda e cair no chão. Desolado, o lateral-direito foi substituído por Leo Veloso. Segundo o médico tricolor Wilton Bezerra explicou ao Jornal do Commercio, ainda é muito cedo para afirmar se, de fato, há uma lesão no local.
“Não podemos dizer se abriu (o músculo da coxa) ou não. O que aconteceu foi que o jogador sentiu uma dor e saiu de campo. Amanhã (hoje) pela manhã, Renatinho fará um exame de imagem para podermos ter um diagnóstico mais preciso. Agora ele preocupa sim para o jogo do domingo”, explicou Bezerra.
Se confirmada a lesão, Leo Veloso, que não agradou quando foi utilizado, tem grandes chances de ser o escolhido para a lateral esquerda coral.
Em relação a Bruninho, com dengue, e Thiaguinho e Edson Sitta, ambos com virose, o quadro evoluiu e é provável que todos os três fiquem à disposição do treinador.
Segundo explicou Wilton Bezerra, Edson Sitta, de fora contra o Náutico de última hora, evoluiu bem, chegou a ser reavaliado ontem pela manhã, e hoje estará presente na reapresentação do grupo, durante treino fechado, no Arruda. Mesma situação do meia-atacante Thiaguinho, que também desfalcou o Santa Cruz por conta da virose. Já Bruninho, que há alguns dias havia pego dengue, também teve seu quadro evoluído e tem grandes chances de treinar hoje.
Agora a situação que precisará de mais tempo é a de Bruno Mineiro, que sofreu uma séria lesão muscular na coxa direita. “Bruno não tem previsão de retorno. Como foi uma lesão de um grau maior, precisamos ter muita segurança na hora de liberá-lo. Ele está bem, faz até academia, mas ainda não ficou 100%”, disse Wilton Bezerra.

Fonte: Jornal do Commercio, Recife, 03/3/2015

Nenhum comentário: