quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Mudar para melhorar





Fotografia de Anderson Stevens / Folha de PE


MUDAR PARA MELHORAR

Daniel Lima

Martelotte chegou ao Arruda cheio de desafios para a terceira passagem como técnico. O mais novo deles é melhorar o aproveitamento do Santa Cruz fora de casa no Campeonato Brasileiro da Série B. Em 24 rodadas disputadas, acumula o quarto pior desempenho como visitante. Só não fica atrás de ABC/RN, Luverdense e Náutico - todos eles concorrentes diretos contra o rebaixamento -, respectivamente. A última vez que a Cobra Coral triunfou longe de seus redutos foi no dia 13 de junho, quando bateu o Ceará/CE por 3x1, na 7ª rodada.
Os números são decepcionantes. Em 12 jogos, duas vitórias, três empates e sete derrotas. Ou seja, um aproveitamento de apenas 25%. Contra o Londrina/PR, amanhã, no estádio do Café, o Santa tentará quebrar um longo jejum fora de casa, que já dura mais de três meses. Além da missão de dar fim à seca, o objetivo é conquistar a segunda vitória consecutiva para se afastar da zona de rebaixamento.
No primeiro turno do Brasileiro, os tricolores foram atropelados pelo Tubarão. Na ocasião, o revés pelo placar de 3x1, no estádio do Arruda, custou o emprego do técnico Vinícius Eutrópio. Com o adversário preso na garganta e em clima de "revanche", o meia Thiago Primão quer dar o troco.
“Estou engasgado pela nossa derrota em casa, mas o Londrina teve méritos naquela vitória. Sei da qualidade do adversário e vamos cientes de que não vai ser um jogo fácil. O nosso objetivo é vencer a partida”, declarou o jogador.
Com o sistema defensivo sem tomar gols há dois jogos, o lateral-direito Nininho ressaltou o quanto é importante não ter as redes balançadas nas partidas. Para ele, é um passo fundamental para alcançar as vitórias. “Se a gente não tomar gols, não perdemos os jogos. Estamos trabalhando para segurar lá trás e também contamos com a ajuda do pessoal que joga na frente para vencermos”, destacou o prata da casa.

Fonte: Folha de Pernambuco, Recife, 21/9/2017

Nenhum comentário: