segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Bronca pesada

Fotografia de Anderson Stevens / Folha de PE

BRONCA PESADA

A condição do Santa Cruz antes do último sábado já era desesperadora. O time necessitava de uma vitória no Clássico das Emoções para seguir com ânimo na inglória luta contra o rebaixamento. No entanto, a crise que assola o Tricolor prevalece. A Cobra Coral não só foi derrotada pelo Náutico, como ainda pode se complicar mais. Tudo por conta da confusão desencadeada no Arruda, que pode resultar em punições para o técnico Marcelo Martelotte e o volante Derley.
O árbitro Thiago Duarte Peixoto, pivô maior das polêmicas no Clássico das Emoções - ao não ter marcado um provável pênalti para os donos da casa no final do confronto - não poupou os tricolores na súmula pós-jogo. O juiz destacou a forma ríspida com a qual o Derley se dirigiu a ele. O meio-campista teria chamado o homem do apito de vagabundo e filho da p*. Não bastasse isso, também foi relatada a cabeçada que o volante desferiu em direção a Peixoto. 

De acordo com o juiz, o técnico Marcelo Martelotte, outro que foi expulso no confronto, ofendeu a arbitragem do Clássico das Emoções. "Esse árbitro veio aqui pra roubar a gente de novo, já tinha roubado lá em Londrina também", relata a súmula, simulando as palavras do comandante tricolor. Para completar, o clube também deve sofrer sanções, pois Thiago Duarte Peixoto registrou que uma pedra foi atirada no gramado e a porta dos vestiários da arbitragem foi arrombada por um torcedor.
Por conta dos episódios, Derley pode pegar um longo gancho de suspensão, correndo o risco de não poder mais atuar nesta temporada. Já o Santa Cruz pode perder mandos de campo e ainda ter que pagar uma multa de até R$ 100 mil. A equipe volta a campo nesta terça-feira (7) contra o Vila Nova, em Goiânia e tem possíveis desfalques para o jogo. Yuri (lateral-esquerdo), Nininho (lateral-direito) e o volante João Ananias sofrem com dores musculares e podem ser vetados.


Fonte: Folha de Pernambuco, 05/11/2017

Nenhum comentário: