sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Santa Cruz 0 x 0 Paraná

Fotografia de Paullo Almeida / Folha de PE

SANTA CRUZ 0 x 0 PARANÁ

Paulo Henrique Tavares

De um lado o Santa Cruz, um time rebaixado e com graves problemas no extracampo. Do outro, um Paraná Clube com reais chances de acesso à Série A. Naturalmente, os prognósticos para o jogo de ontem direcionavam para uma vitória dos visitantes, ontem, no estádio do Arruda, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Em campo, não foi isso que aconteceu. Os corais, inclusive, até fizeram um bom jogo, conseguiram criar as melhores chances e chegaram ficar mais próximos da vitória. Apesar da expulsão de João Paulo na metade do segundo tempo, o placar do jogo não foi alterado, com a partida ficando no 0x0. Na próxima rodada, os tricolores visitarão o Paysandu, às 16h30 do próximo sábado.
Por conta dos salários atrasados, que já se aproximam de quatro meses, existia uma expectativa de que os atletas do Santa Cruz não entrassem em campo diante do Paraná na noite de ontem. Essa possibilidade, no entanto, foi descartada horas antes do duelo. Em campo, inicialmente, o que se viu foi um time pouco motivado. Algo natural, afinal os tricolores estavam apenas cumprindo tabela devido ao rebaixamento já decretado. Mesmo assim, durante o primeiro tempo, foi possível ver chances sendo protagonizadas tanto pelos corais quanto pelos visitantes paranaenses. As melhores oportunidades do Santa Cruz aconteceram em lances envolvendo o centroavante Ricardo Bueno, que por duas vezes finalizou frente a frente ao goleiro Richard.
O fato de ainda brigar pelo acesso à Série A deixava a impressão que o Paraná seria uma equipe mais agressiva no campo ofensivo. Algo que deixou a desejar na primeira etapa. E o mesmo não foi visto no início da segunda etapa. Pelo contrário, as melhoras chances estiveram do lado coral, que desperdiçou oportunidades com André Luiz e Augusto. De fato, o Santa Cruz se mostrava melhor no jogo. Até que, aos 26 minutos, João Paulo acabou expulso, por entrada forte no defensor do Paraná. Isso fez impedir o ímpeto coral durante a reta final do segundo tempo. Pelo outro lado, os adversários paranaenses não conseguiram penetrar na defesa coral. Sendo assim, a partida acabou no 0x0. No final, boa parte dos torcedores presentes no Arruda aplaudiu o time.

Ficha técnica
SANTA CRUZ: Julio Cesar; Bruno Silva, Anderson Salles e Sandro; Derley, Wellington Cézar, Thiago Primão (Marcílio) e João Paulo; Grafite (Augusto), Ricardo Bueno e André Luís (Natan). Técnico: Marcelo Martelotte.

PARANÁ: Richard; Cristovam, Iago Maidana, Eduardo Brock e Rayan (Igor); Gabriel Dias, Vinícius Kiss (Leandro Vilela) e Renatinho; Vítor Feijão, Robson e João Pedro (Alemão). Técnico: Matheus Costa.

Local: Estádio do Arruda (Recife/PE). Horário: 20h30 (do Recife). Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG). Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Sidmar dos Santos Meurer (ambos de MG). Cartões amarelos: Thiago Primão, João Paulo (Santa Cruz); Vítor Feijão (Paraná). Cartão vermelho: João Paulo (Santa Cruz). Público: 2005. Renda: R$ 4.330,00.


Fonte: Folha de Pernambuco, 14/11/2017

Nenhum comentário: