sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Santa Cruz 5 x 2 Juventude

Fotografia de Paullo Almeida / Folha de PE

SANTA CRUZ 5 x 2 JUVENTUDE


Paulo Henrique Tavares


Na noite em que o Santa Cruz se despediu da Série B do Campeonato Brasileiro, uma goleada. De pouco adiantou, no entanto, o placar de 5x2 imposto pelos corais pra cima do Juventude, nesta última rodada da competição. Vale lembrar que o rebaixamento do clube já havia sido confirmado há três rodadas. Mas, pelo menos, serviu para animar os 1.502 torcedores que compareceram, nesta terça-feira, ao estádio do Arruda. Este público, inclusive, foi o pior do time na competição, superando os 2.005 presentes no empate em 0x0 diante do Paraná, no último dia 14. Com o resultado, os tricolores subiram uma posição na zona de rebaixamento, com 37 pontos. Vale lembrar que a equipe pode voltar a 19ª colocação, dependendo do resultado do ABC, que visita o Ceará, no sábado.
Santa Cruz e Juventude fizeram uma partida de pouca motivação no Arruda. Afinal, de um lado estava uma equipe matematicamente já rebaixada, enquanto do outro, o time que não almejava nada mais na Série B. E apesar de um início de primeiro tempo com a marcação como tônica entre os adversários, o desenrolar do jogo propiciou lances de perigo para os dois lados. Quem buscou mais o ataque, no entanto, conseguiu descer para os vestiários com a construção da vitória. De fato, o 2x0 desenhado pelos corais foi de total merecimento da equipe, mais presente no campo ofensivo.
Ao todo, cinco finalizações foram protagonizadas na etapa inicial. As três do Santa Cruz, em direção ao gol do goleiro Raul. As outras duas, pelo lado do Juventude, acabaram apenas levando perigo ao goleiro Jacsson, em chutes pra fora. O primeiro gol do jogo foi anotado aos 40 minutos. Após cobrança de escanteio, a bola ficou em um bate-rebate entre a zaga gaúcha e o ataque coral. Até que Anderson Salles conseguiu empurrar para as redes e abrir o placar. Três minutos depois, o 2x0. William Barbio avançou pelo meio, tabelou com João Ananias e recebeu livre dentro da grande área. Não houve muito trabalho para o gol ser anotado.
Logo na volta para o segundo tempo, o Juventude fez questão de diminuir a vantagem construída pelo Santa Cruz. Aos seis do segundo tempo, Bruno Collaço cobrou falta para a área. Mateus Santana subiu mais que a zaga, e acertou o cantinho do goleiro Jacsson. A reação dos adversários gaúchos foi interrompida em dois gols relâmpagos dos corais. O primeiro, através de Marcílio, aos 12 minutos, em chute de fora da área, e o segundo com Halef Pitbull, um minuto depois, após aproveitar cruzamento de Walber. Os tricolores conseguiram dilatar ainda mais o marcador aos 25 minutos, com William Barbio, que fez o quinto gol. O Juventude ainda descontou, com Felipe Lima, aos 44 minutos, antes da despedida das equipes na Série B.

FICHA DE JOGO

SANTA CRUZ: Jacsson, Nininho (Vítor), Bruno Silva, Anderson Salles e Yuri (Walber); João Ananias, Marcílio (Lucas Gomes) e Thiago Primão; João Paulo, William Barbio e Halef Pitbull. Técnico: Adriano Teixeira.

JUVENTUDE: Raul; Bruninho (Wallacer), Micael, Maurício e Bruno Collaço; Vacaria (Yago), Mateus Santana e Juninho; João Paulo, Wesley Natã (Felipe Lima) e Ramon. Técnico: Antônio Carlos Zago.

Local: Estádio do Arruda (Recife/PE). Árbitro: Paulo Henrique de Melo Salmazio (MS). Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz e Leandro dos Santos Ruberto (ambos do MS). Gols: Anderson Salles (aos 40 do 1ºT); William Barbio (aos 43 do 1ºT e aos 23 do 2ºT)); Mateus Santana (aos 6 do 2ºT); Marcílio (aos 12 do 2ºT); Halef Pitbull (aos 13 do 2ºT); Felipe Lima (aos 44 do 2ºT). Público: 1502. Renda: Não divulgada.


Fonte: Folha de Pernambuco, 21/11/2017

Nenhum comentário: