terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Torcida aprova verba para CT no Ministério do Esporte


TORCIDA APROVA VERBA PARA CT NO MINISTÉRIO DO ESPORTE

Daniel Lima

Foi a torcida que ajudou na construção de um colosso. Doou tijolos, cimentos, areia e ferro e muita paixão para tirar o estádio do Arruda do papel. Uma história de 1965 se repete no presente. Com muito esforço, os torcedores têm se mobilizado para levantar o tão sonhado centro de treinamento e estão contribuindo diretamente em prol do clube. Um grupo de oito amigos tricolores, todos eles servidores públicos da área jurídica, conseguiu aprovar uma verba para as obras no terreno.
Ainda em junho deste ano, os torcedores foram buscar informações sobre a Lei de Incentivo ao Esporte (11.438/2006), que permite que empresas e pessoas físicas invistam parte do que pagariam do Imposto de Renda em projetos aprovados pelo Ministério do Esporte. O grupo de tricolores viabilizou um valor de R$ 2.455.020,97 para modernizar o centro de treinamento.
Quando a quantia for liberada, serão construídos os seguintes espaços: guarita, sala de imprensa, setor técnico, vestiários dos atletas e da comissão técnica, sala de dados para os analistas de desempenho, enfermaria/sala de massagem, sauna, duchas, banheiros para os atletas, rouparia, almoxarifado interno, sala de audiovisual, hall, lixo, gás, pavimento interno, garagem para 18 veículos e reservatório superior.
A ideia é contar com o apoio da diretoria para receber um suporte e tocar o projeto de infraestrutura. Com a ajuda do clube, os documentos que davam chancela ao processo foram obtidos. Logo em seguida, um consultor foi contrato para ficar responsável pelos caminhos, formatos e datas de tramitação no Ministério do Esporte.
Após a aprovação, uma conta foi aberta no Banco do Brasil, que ficará bloqueada durante toda a reunião de valores, para o processo de captação de recursos. Assim que o montante total da tramitação for alcançado, o dinheiro será liberado e consequentemente as obras começarão.
Os responsáveis pelo movimento são Alessandro Medeiros, Bruno Dias, Diogo Melo de Oliveira, Eduardo Lins, Milton Santos, Marcelo Vieira, Marconi Lafayette e Oberdan Rabelo. De olho no próximo edital do Ministério, previsto para o mês de fevereiro de 2018, o novo passo é buscar parceiros para angariar mais recursos voltados para o CT.


Fonte: Folha de Pernambuco, 11/12/2017

Nenhum comentário: