segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Getúlio Cavalcanti e o frevo do centenário coral


GETÚLIO CAVALCANTI E O FREVO DO CENTENÁRIO CORAL

Ivan Maurício

"Maior torcida do Brasil tu és/ Neste centenário és santuário que encanta teus fiéis/ Vamos te ofertar com muito orgulho nosso coração/ Cem anos de amor por ti, tricolor/ Tri super campeão".


O cantor e compositor Getúlio Cavalcanti, autor de clássicos do frevo de bloco do carnaval pernambucano, lança nesta sexta-feira (7) seu décimo terceiro CD em uma solenidade na sede social do Santa Cruz Futebol Clube - que completou 100 anos de fundação neste mês - com um frevo em homenagem ao seu clube do coração.
Indagado sobre o momento de maior emoção que teve na vida, relacionado ao clube do coração, Getúlio responde de súbito. "Foi em 1958, quando fui à Ilha, levado pelo meu tio Amaro de Holanda Cavalcanti, assistir a um jogo do Santa Cruz pela primeira vez. Ele venceu o Sport por 3 X 2, sagrando-se o primeiro Supercampeão".
O CD "Aos Mestre" é também uma homenagem aos célebres compositores de frevo Nelson Ferreira e Capiba. Composto, produzido e bancado com recursos do próprio Getúlio, Aos mestres, com saudade tem participações dos cantores Gustavo Travassos, Alessandra Cavalcanti, Têca Calazans e Claudionor Germano (que interpreta duas músicas: A mais de mil e Olinda no meu coração). Maestro Duda, Clóvis Pereira, Edson Cunha, Spok, Parrô e Fábio Valois contribuíram com arranjos.
Com meio século de dedicação ao carnaval pernambucano, Getúlio Cavalcanti se mostra preocupado com os atuais rumos da maior festa popular do Estado. "Está tudo muito mercantilizado. Nossas mais autênticas manifestações culturais (blocos de frevo, maracatus, caboclinhos) é que deveriam ter prioridade", reclama o também integrante do Bloco da Saudade, que este ano completa quatro décadas de atividades.

Getúlio Cavalcanti


Getúlio Cavalcanti nasceu no dia 10 de fevereiro de 1942, em Camutanga, interior de Pernambuco. Inegavelmente, o poeta e compositor é uma referência muito especial no carnaval do Recife. Incansável batalhador pelo frevo de bloco, tornou-se figura ímpar que participa efetiva e efusivamente dos nossos festejos carnavalescos percorrendo ruas do Recife, ladeiras de Olinda e mesmo em incursões pelo interior.
É autor de grandes sucessos do carnaval de Pernambuco: "O Bom Sebastião", "Boi Castanho", "Cantigas de Roda", "Você Gostou de Mim", culminando com a unanimidade do "Último Regresso".


Fonte: Sidney Rezende

Nenhum comentário: