quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Júnior Rocha admite passo atrás


JÚNIOR ROCHA ADMITE PASSO ATRÁS

Daniel Leal

Foram seis partidas sem vencer na temporada. Período que rendeu uma precoce e duríssima eliminação do Santa Cruz na Copa do Brasil. Resultados que levaram o Tricolor, por exemplo, à zona de rebaixamento do Campeonato Pernambucano. Não restou ao técnico Júnior Rocha, pressionado no cargo, outra alternativa senão a de mudar. Era preciso, de fato, fazer algo diferente. Contra o Treze, nesta quarta-feira, o treinador colocou em prática algumas alterações na estratégia de jogo tricolor. Funcionou: vitória por 3 a 0 e alívio geral no Arruda.
"Mudamos um pouco o modelo de jogo. A gente viu que a rapaziada estava sentindo demais propor o jogo, ainda mais quando a fase não é boa. Começamos o ano com uma exigência grande em todos os aspectos, principalmente na entrega. E mudamos. Quando não se tem as peças, não adianta ficar insistindo. Priorizamos a organização, a competitividade e as coisas estão dando certo. A equipe evoluiu bastante no aspecto tático e na entrega. Hoje fomos contemplados com a vitória", ressaltou o treinador tricolor.
Diante do Treze, o Santa Cruz foi uma equipe que priorizou a defesa. Esperou o adversário no campo de defesa. Soube ser eficiente no que o técnico propôs para o time: os contra-ataques. Foi assim, mortal, que o time superou com justiça o rival paraibano no Arruda.
"Não adianta insistir quando não se tem tempo para trabalhar. É difícil construir contra um adversário que joga fechado, com as linhas próximas. Hoje os atletas foram eficientes e capazes de fazer o que treinamos", pontuou. 


Fonte: Diario de Pernambuco, 07/02/2018

Nenhum comentário: