quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Poder de reação e evolução física


PODER DE REAÇÃO E EVOLUÇÃO FÍSICA

Daniel Lima

Um dos pontos questionados nas primeiras exibições da temporada foi o cansaço físico dos jogadores. Assim como o técnico Júnior Rocha, o elenco se queixa recorrentemente do desgaste excessivo por conta da maratona de partidas. Ainda por cima, não há tempo para descansar devido ao intervalo curto de um jogo para o outro. Além de mostrar um poder de reação ao aplicar uma virada sobre o CRB/AL por 2x1, no estádio do Arruda, pela 3ª rodada do Grupo A da Copa do Nordeste, o Santa Cruz apresentou uma evolução física.
“A gente se superou fisicamente diante do Náutico e agora contra uma equipe que é uma das favoritas da Copa do Nordeste. Mas podemos evoluir mais. O nosso grupo vem crescendo”, analisou o treinador coral.
Logo depois da vitória conquistada, os atletas tricolores ressaltaram a força da equipe para reverter o placar no segundo tempo. “Pelo que vínhamos fazendo, a virada coroou o nosso esforço. O grupo mostrou que é forte e não desistiu em nenhum momento”, declarou o volante Luiz Otávio. Já o atacante Augusto enalteceu o trabalho do elenco. “Conseguimos virar o jogo e a evolução vem sendo mostrada. Os resultados provam isso”, pontuou.


Fonte: Folha de Pernambuco, 21/02/2018

Nenhum comentário: