segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Salgueiro 1 x 1 Santa Cruz


SALGUEIRO 1 x 1 SANTA CRUZ

Daniel Lima

Nada mudou no dia do aniversário de 104 anos do clube. Pela quarta vez em seis partidas disputadas, o Santa Cruz saiu na frente do Salgueiro e sofreu o empate no início do segundo tempo, neste sábado (3), no estádio Cornélio de Barros, pela 5ª rodada do Campeonato Pernambucano. Com o resultado de 1x1 no Sertão do estado, a Cobra Coral acumula um incômodo jejum na temporada 2018 - quatro empates e duas derrotas – e ocupa a vice-lanterna (10ª colocação) no Estadual, com apenas três pontos. O próximo compromisso dos tricolores será pela 2ª rodada do Grupo A da Copa do Nordeste, diante do Treze/PB, terça-feira (6), às 21h45, no Arruda.
O Santa levou um calor do Carcará nos primeiros minutos do confronto. Aos 10, o volante William recebeu um passe do lateral-esquerdo Izaldo, fez o que quis dentro da área, driblando o lateral-esquerdo Henrique Ávila e o volante Luiz Otávio, e acertou a trave do goleiro Tiago Machowski. Em seguida, o meia Escuro cobrou uma falta direto para o gol e a bola passou muito perto. Assim como nos outros jogos, os tricolores exploravam a troca de passes, mas não tinham força ofensiva para criar as jogadas de ataque. A equipe do técnico Júnior Rocha conseguiu equilibrar as ações, porém encontrava dificuldades para neutralizar as investidas do adversário pelos lados do campo. Aos 32, Luiz Eduardo aproveitou o lançamento de Peu, dominou a bola dentro da área e chutou forte. Machowski salvou.
Logo depois, os corais cresceram de produção e chegaram com perigo. O atacante Robinho fez uma boa jogada individual pela ponta direita e cruzou para o meia Jeremias, que chutou prensado e o goleiro Mondragon operou um milagre. Inclusive, a bola chegou a ultrapassar a linha e o árbitro não deu o gol. Aos 41 minutos da etapa inicial, o meia Arthur Rezende levantou no segundo pau, o camisa 1 do Salgueiro saiu mal da meta e Genílson cabeceou para o meio de área. O zagueiro Augusto Silva, livre de marcação, só teve o trabalho de escorar para as redes: 1x0 e fim do primeiro tempo.

Era preciso inteligência e tranquilidade por parte do Santa Cruz para administrar o resultado no segundo tempo, mas o Salgueiro conseguiu deixar tudo igual logo aos 8 minutos. O meia Fabiano bateu uma falta direto para o gol e surpreendeu o goleiro Tiago Machowski, que não alcançou a bola. Com o 1x1 no placar, o duelo ficou em aberto, no entanto morno. O time da casa ainda teve três excelentes oportunidades em bolas aéreas, ambas defendidas pelo camisa 1 coral. Devido às poucas chances e ao cansaço físico dos atletas, o resultado de empate seguiu até o apito final do árbitro Nielson Nogueira Dias.
 

Ficha técnica

SALGUEIRO: Mondragon, André Victor, Maurício, Luiz Eduardo e Izaldo (Juninho); Peu, Willian, Escuro (Alexon) e Piauí; Fabiano (Neto) e Dadá. Técnico: Paulo Júnior.

SANTA CRUZ: Tiago Machowski; Ítalo, Augusto Silva, Genilson e Henrique Ávila; Jorginho (João Ananias), Luiz Otávio e Arthur Rezende; Robinho, Vinícius (Héricles) e Jeremias (Paulo Henrique). Técnico: Júnior Rocha.
 

Local: Estádio Cornélio de Barros (Salgueiro/PE). Horário: 20h. Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE). Assistentes: Gilberto Freire de Farias e Marcelino Castro de Nazaré (ambos de PE). Gols: Augusto Silva (aos 41min do 1T); Fabiano (aos 8min do 2T) . Público e Renda: Não divulgado.

Fonte: Folha de Pernambuco, 03/02/2018

Nenhum comentário: