quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Santa Cruz completa 1.500 partidas de futebol no Arruda, com 59% de vitórias


SANTA CRUZ COMPLETA 1.500 PARTIDAS DE FUTEBOL NO ARRUDA, COM 59% DE VITÓRIAS

Cassio Zirpoli

 
A vitória do Santa Cruz sobre CRB, pelo Nordestão de 2018, marcou a 1.500ª apresentação do tricolor no Estádio José do Rego Maciel. Apesar da inauguração oficial em 4 de junho de 1972, com a conclusão do anel inferior, o Mundão recebeu o seu primeiro amistoso em 1965 e as primeiras partidas em competições oficiais em 1967. Ou seja, são 53 anos de atividade no campo da Avenida Beberibe. Por isso, a atualização da pesquisa de Carlos Celso Cordeiro segue à parte do ‘Alcapão do Arruda’, contando apenas o ‘Colosso do Arruda’, apelido recebido já no primeiro lance de arquibancada construído, inclusive com a inversão do campo de futebol no terreno.
Neste recorte, os corais detém um aproveitamento de 67,4%, considerando 3 pontos por vitória e 1 por empate em todos os jogos realizados.

A seguir, as marcas do Mundão considerando a presença do Santa Cruz…

Santa Cruz no Arruda* (1965-2018)
1.500 jogos
893 vitórias (59,5%)
356 empates (23,7%)
251 derrotas (16,7%)
* Competições oficiais e amistosos do time principal

O primeiro jogo
Foto de 14 de abril de 1965, com o 1º lance de arquibancada do Arruda. Na ocasião, o clube iniciou a venda de 500 cadeiras cativas ao custo de 440 mil cruzeiros. A comissão patrimonial agendou um amistoso para 21 de novembro daquele ano para apresentar o andamento da obra. Santa Cruz e América empataram em 1 x 1. Agra marcou para o alviverde e Geninho empatou. A peleja teve 2.804 espectadores – a maioria em pé ao redor do campo.

O primeiro jogo internacional
“Batismo internacional do futuro estádio do Arruda apresentou triunfo do Santa Cruz sobre Belenenses”. Eram outros tempos na cobertura esportiva, tanto que esta aspa foi o título da reportagem sobre a vitória coral sobre o time português por 2 x 1, num amistoso em 15 de maio de 1966. Curiosidade: na véspera, cada time treinou num lado do campo, ainda cercado por coqueiros.

O primeiro título
Em 6 de setembro de 1970 o Santa Cruz conquistou o seu primeiro título no Arruda. No terceiro jogo da ‘melhor de três’ pela taça do campeonato estadual, diante do Náutico, a cobra coral fez 2 x 0, gols de Cuica e Ramon, diante de 25.012 torcedores – num palco em construção. Curiosamente, o time não deu a volta olímpica pelo bi, indo logo para os vestiários após o apito final.

A maior goleada
Em 9 de março de 1969, em jogo válido pela quarta rodada do 1º turno do Estadual, o Santa Cruz goleou o Santo Amaro por 15 x 2. Os gols tricolores: Fernando Santana (5), Mirobaldo (4), Joel (2), Uriel (2), Zito (1) e Luciano (1). Os corais abriram 5 x 0 com 14 minutos, diante de 3.507 espectadores. No Diario de Pernambuco, o destaque: “a maior goleada dos últimos tempos”.

O maior artilheiro
O atacante capixaba Betinho teve três passagens no Santa Cruz, 1971-1973, 1976-1981 e 1982. Ao todo, conquistou cinco títulos pernambucanos e marcou 98 gols no Mundão, sendo o maior goleador do estádio com a camisa coral – o jogador assinalou, inclusive, o 1º gol após a inauguração oficial, em 7 de junho de 1972, na vitória tricolor sobre a Seleção Brasileira Olímpica.

O maior público
Em 21 de fevereiro de 1999, o volante argentino Mancuso disputou o seu primeiro clássico com a camisa do Santa Cruz, num duelo à parte com o atacante rubro-negro Leonardo. E as multidões foram ao Arruda conferir in loco, com 71.197 pagantes, chegando a um público total de 78.391. À vera, havia mais devido à invasão e aos ingressos iô-iô. Na época, fontes estimaram o público real em 90 mil torcedores. Empate em 1 x 1.

Fonte: Diario de Pernambuco, 20/02/2018


Nenhum comentário: