sexta-feira, 16 de março de 2018

Elogiados, Mailton e Danny Moraes devem ganhar vaga


ELOGIADOS, MAILTON E DANNY MORAES DEVEM GANHAR VAGA

O momento no Arruda agora é de “virar a chave” do Campeonato Pernambucano. Eliminado pelo Sport nas quartas de final da competição, a equipe coral terá pela frente a reta final da primeira fase da Copa do Nordeste e, em um mês, o início da Série C. À espera de reforços - sobretudo um centroavante -, o técnico Júnior Rocha deverá pouco a pouco fazer mudanças pontuais na equipe titular. Dentre elas, duas têm boas chances de acontecer de pronto: são as entradas do zagueiro Danny Moraes e do lateral-direito Maílton.
A dupla chegou fora do prazo de inscrições para o Estadual. Disponíveis para o Nordestão, os dois chegaram a atuar juntos como titulares no jogo do último sábado, contra o CRB, no empate em 1 a 1, em Maceió. Na ocasião, ganharam elogios do treinador. “Danny já vem treinando bem e desde os primeiros dias já mostrou uma inteligência e uma leitura de jogo diferenciada. É um cara diferente”, disse Júnior Rocha.
Contra o CRB, Vítor foi poupado na ala direita e Genílson na defesa. Porém, com a falha crucial para a eliminação diante do Sport, é possível que quem perca a vaga para Danny Moraes seja Augusto Silva. Assim, a dupla de zaga tricolor para o jogo da quinta-feira da semana que vem, contra o Treze, em Campina Grande, pode ser formada por Danny e Genílson.

Lateral-direita

Aos 19 anos e emprestado pelo Palmeiras, Maílton chegou com moral junto ao técnico Júnior Rocha. Ele vai disputar uma vaga com o veterano Vítor, 35 anos. “Mailton saiu da base do Palmeiras, chegou a ficar alguns jogos no banco de reservas do time principal e é um menino que se mostra muito talentoso. E vai se dar bem aqui conosco. É um atleta de muita força, personalidade, batida na bola incrível e fez uma estreia muito boa”, afirmou.
“A gente sabe a pressão que é lá (no Palmeiras). Eles não vão iriam paciência com Mailton, ele vem para cá porque sabe que aqui vamos insistir com o atleta, vamos dar sequência para ele e valorizar muito ele no dia a dia. E foi muito bem mesmo (contra o CRB). Acho que ele tem muito a melhorar. É um atleta jovem, promissor, um pouco inexperiente, mas nos dias de hoje um menino com 19, 20 anos tem que estar pronto. O Santa Cruz é uma camisa pesada, cobrança imensa. Nosso torcedor é exigente e tem que ser mesmo”, pontuou o técnico.

Fonte: Diario de Pernambuco, 16/3/2018


Nenhum comentário: