terça-feira, 13 de março de 2018

Júnior Rocha quer 'jogo da paz'


JÚNIOR ROCHA QUER "JOGO DA PAZ"

Laís Leon

 
Depois de um empate fora de casa conquistado pelo Santa Cruz contra o CRB, neste sábado, o técnico Júnior Rocha já está concentrado no jogo da próxima quarta-feira contra o Sport, pelas quartas de final do Campeonato Pernambucano. O treinador prometeu um "jogão" e deixou claro que, até lá, vai treinar a equipe para conseguir superar os erros frequentes e oscilações.
Depois de um primeiro jogo entre rubro-negros e tricolores marcado por um trágico episódio de confronto entre policiais e torcedores corais, Rocha espera um “clássico da paz”, além da oferta de uma boa estrutura por parte do Sport para que a partida aconteça com segurança.
“Quero pedir que esse seja um clássico da paz. Santa Cruz e Sport são adversários, mas não são inimigos. A disputa é somente dentro de campo, com atletas capacitados para demonstrar habilidade técnica e tática”, declarou Júnior Rocha, lamentando as cenas da última quarta-feira.
“Quero pedir ao Sport, inclusive, que nos proporcione estrutura para fazermos, juntos, uma festa linda. Espero de verdade que não haja problemas”, completou o treinador. A bola rola às 21h45, na Ilha do Retiro, e vale vaga nas semifinais do Estadual.
O Tricolor, que está invicto há dez partidas, vai fazer de tudo para manter o status. Para isso, é preciso chegar ao clássico com confiança. O meia ofensivo do Santa, Arthur Rezende, acredita que o bom desempenho contra o CRB pode ter influência direta na atuação do grupo na quarta-feira. "Gostamos do resultado de hoje. Fizemos um jogo bom, e conseguimos manter a invencibilidade. É bom para nos dar moral para o clássico da próxima quarta-feira", disse.


Fonte: Diario de Pernambuco, 11/3/2018

Nenhum comentário: