sexta-feira, 23 de março de 2018

No Amigão, Santa empata com Treze e vai às quartas do NE pela 5ª vez em 6 anos




NO AMIGÃO, SANTA EMPATA COM TREZE E VAI ÀS QUARTAS DO NE PELA 5ª VEZ EM 6 ANOS

Cassio Zirpoli

Desde que a Copa do Nordeste voltou ao calendário oficial, em 2013, o Santa disputou cinco das seis edições. Em todas as suas participações o tricolor obteve a classificação na fase de grupos, chegando às quartas. Em 2018, conseguiu a vaga com uma rodada de antecedência, no empate em 0 x 0 com o Treze, um resultado que pavimenta o caminho para a liderança do grupo A.
A partida aconteceu no Amigão, palco da maior glória coral, justamente o título regional, há duas temporadas. Num cenário bem diferente, com poucos espectadores, o tricolor se apresentou melhor no primeiro tempo, tendo inclusive uma chance incrível desperdiçada por Héricles, que recebeu um ótimo passe de Ávila, ficando cara a cara com o goleiro Saulo. Na hora do drible, foi parado pelo adversário. Já o Treze parecia mais interessado na semifinal paraibana, nos dois próximos domingos, contra o Botafogo. O galo apresentou uma séria deficiência técnica na condução das jogadas. Por sinal, só teve algumas oportunidades devido às saídas erradas do tricolor – o time mantém o estilo de Júnior Rocha, mas falta qualidade ao sistema.
No 2T, à parte da cabeçada de Sobralense na trave, o alvinegro de Campina Grande se portou melhor, exigindo mais do goleiro Machowski. Ainda assim, o jogo seguiu num banho-maria que interessava aos corais, sobretudo com o empate simultâneo entre Confiança e CRB, em Aracaju. Por sinal, este foi o 10º empate do Santa no ano, num retrospecto curioso. Somando Estadual, Nordestão e Copa do Brasil, são 17 jogos oficiais, com 4V, 10E e 3D. O time pernambucano volta a campo na próxima quarta, contra o Confiança, em casa. Para garantir a liderança da chave, precisa sair desta sina.

Histórico de Treze x Santa Cruz (todos os mandos)
88 jogos
41 vitórias tricolores (46,5%)
23 empates (26,1%)
24 vitórias paraibanas (27,2%)

Campanhas do Santa na volta do Nordestão (entre parênteses, a premiação)
2013 – Quartas de final (R$ 300 mil)
2014 – Semifinal (R$ 850 mil)
2015 – não participou
2016 – Campeão (R$ 2,385 milhões)
2017 – Semifinal (R$ 1,6 milhão)
2018 – Quartas de final (R$ 1,45 milhão, ainda em disputa*)

Total de cotas: R$ 6,585 milhões*


Fonte: Diario de Pernambuco, Recife, 22/3/2018

Nenhum comentário: