segunda-feira, 9 de abril de 2018

Time tem 'espinha sólida' para Série C


TIME TEM "ESPINHA SÓLIDA" PARA SÉRIE C

Daniel Leal

Embora ainda com elenco incompleto, pode-se dizer que o Santa Cruz está pronto para a Série C. Com estreia programada para o próximo domingo, dia 15, contra o Náutico, na Arena de Pernambuco, o Tricolor já tem o que o executivo de futebol do clube, Fred Gomes, chamou de "espinha sólida" para iniciar a busca pelo retorno à Série B. Apesar disso, o Tricolor ainda segue correndo contra o tempo a fim de fechar as negociações com mais três reforços. Situação, porém, que a diretoria trata sem açodamento.
O técnico Júnior Rocha trabalhou a última semana inteira com foco total no Brasileiro. Foram muitos treinos táticos, com ênfase na marcação e nos contra-ataques, por exemplo. Em outros momentos, prevaleceram trabalhos técnicos, como visando posse de bola e o passe aperfeiçoado. Ao longo dos últimos dias, seis atletas deixaram o elenco. Outros três chegaram. Deixaram o Arruda o zagueiro Renato Silveira, o lateral-esquerdo Paulo Henrique, os volantes João Ananias e Ilaílson, o meio-campista Daniel Sobralense e o atacante Vinícius. Por outro lado, chegaram os volantes Charles e Carlinhos Paraíba, além do atacante Robert.
Com o processo de reformulação praticamente concluído, Fred Gomes vê o Santa Cruz com uma base pronta para começar a Terceirona. “Dentro nosso planejamento, com a saída de alguns atletas e as chegadas pontuais, temos uma equipe para iniciar competição. Estamos aí atrás de dois, três reforços para qualificar ainda mais o elenco. Eles podem chegar na terça, quarta, quinta-feira ou até depois da estreia. Mas dentro da nossa projeção inicial, com chegada de Rorbert e Carlinhos Paraíba, formamos uma espinha sólida”, afirmou.
Apesar de não falar abertamente sobre as posições que o clube está buscando no mercado, O Tricolor está em busca de um lateral-esquerdo (atualmente só tem Ávila para a posição), um volante e mais um atacante. Embora menos urgente, a chegada de um meio-campista também não é carta fora do baralho nos bastidores corais. Independentemente de ainda não ter um elenco pronto, Fred Gomes vê o Santa Cruz capacitado na briga pelo acesso por toda história do clube. “Pela grandeza e pela tradição, é obrigação da gente brigar acesso”, pontuou.


Fonte: Diario de Pernambuco, 08/4/2018

Nenhum comentário: