quinta-feira, 17 de maio de 2018

A ausência da torcida


A AUSÊNCIA DA TORCIDA

Daniel Lima

 
Já passou da hora da torcida tricolor chegar junto. O apoio vindo das arquibancadas é fundamental para o Santa Cruz defender a invencibilidade como mandante na temporada 2018. Em dez confrontos na capital pernambucana, um retrospecto com cinco vitórias e cinco empates (aproveitamento de 66.66%). Após uma maratona de três jogos seguidos fora de casa - um pela Copa do Nordeste e dois pelo Campeonato Brasileiro da Série C, respectivamente -, o Tricolor tem de fazer o dever de casa na sequência de duas partidas consecutivas no estádio do Arruda.
A série de duelos em casa é decisiva. Primeiro um jogo de seis pontos contra o Botafogo/PB, sábado (19), às 19h, pela sexta rodada da Terceira Divisão, e três dias depois a partida de volta do mata-mata pelas quartas de final da Copa do Nordeste, diante do ABC/RN, terça-feira (22), às 19h.
O técnico PC Gusmão fez um apelo à torcida: pede maior presença da torcida e, consequentemente, mais incentivo. “Mesmo com a dificuldade e a desconfiança, nossa paixão tem que ser movida. A torcida do Santa Cruz tem essa característica. É difícil para o adversário jogar num Arruda lotado. Os torcedores estão juntos da gente e temos respeito por eles. Precisamos desse apoio e dessa confiança para buscarmos essa retomada juntos e fazer o nosso dever de casa", convocou o treinador.
Assim como o comandante, o elenco também espera ver o Arruda cheio. “A torcida tem que cobrar mesmo. Imagina o nosso estádio com 20, 30 mil pessoas? Esperamos a presença dos torcedores nos próximos compromissos dentro de casa para que possamos dar sequência ao trabalho", declarou o goleiro Tiago Machowski.
O volante Charles acredita que o torcedor se animou com a vitória de virada sobre o Globo/RN por 2x1, em Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte, pela quinta rodada da Série C. "Essa vitória anima bastante a torcida. Quero pedir para que eles (torcedores) compareçam nos dois próximos jogos em casa. A gente precisa dessa ajuda neste momento e pode ter certeza que vamos corresponder dentro de campo”, comentou.
Desde o ano passado, o retrato é de um Arruda quase vazio. Este ano, por exemplo, a maior presença da torcida coral foi na Arena de Pernambuco, onde o Santa Cruz empatou sem gols com o ABC/RN, pela terceira rodada do Brasileiro, no dia 28 de abril. Na ocasião, 8.550 torcedores estiverem presentes. A média de público pagante do clube é de apenas 3.924 pessoas por partida. Nos dez jogos como mandante, sendo nove deles no Arruda, um total de 39.241 espectadores.
Com rendas irrisórias, o presidente Constantino Júnior lamenta a falta de receita de bilheteria, mas torce por públicos expressivos. “A torcida está ressentida desde a temporada passada. Mas outros fatores também afastam os torcedores, como crise e violência. Cada aspecto tem uma relevância. Apesar das dificuldades, esperamos que os torcedores abracem o time. Os tricolores são inteligentes e sabemos que quando é preciso eles chegam junto”, declarou o mandatário, revelando ainda que o clube vai fazer promoção de ingressos para os jogos seguidos no Arruda. “Vamos sacudir a torcida, estamos montando uma estratégia para operação das duas próximas partidas em casa”, pontuou.

Alívio  

Além de ser o único invicto do Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C e de volta ao G4, o Santa reencontrou o caminho da vitória na competição após duas rodadas e subiu para a 3ª posição, com nove pontos (dois triunfos e três empates em cinco duelos). Ainda por cima, encerrou o jejum de três jogos sem marcar. Enfim, o técnico Paulo César Gusmão venceu a sua primeira partida no comando. Na sequência recente de confrontos como visitante, o Tricolor perdeu para o ABC/RN por 1x0, no Frasqueirão, em Natal, pelo jogo de ida da Copa do Nordeste, empatou sem gols com o Remo/PA, no Mangueirão, em Belém, e derrotou o Globo/RN por 2x1, em Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte, respectivamente.

Públicos e rendas do Santa Cruz em 2018:
Campeonato Pernambuco
18/01 (quinta-feira) - Santa Cruz 1x1 Vitória (4.292; R$ 24.317,96)
Local: Arruda

25/01 (quinta-feira) - Santa Cruz 1x1 Central (4.035; R$ 13.779,25)
Local: Arruda

17/02 (sábado) - Santa Cruz 0x0 Náutico (6.015; R$ 41.410,85)
Local: Arruda

25/02 (domingo) - Santa Cruz 0x0 Pesqueira (4.090; R$ 11.810,06)
Local: Arruda

04/03 (domingo) - Santa Cruz 3x2 Belo Jardim (3.563; R$ 11.464,89)
Local: Arruda

Copa do Nordeste
06/02 (terça-feira) - Santa Cruz 3x0 Treze/PB (portões fechados, - R$ 8.914,70)
Local: Arruda

20/02 (terça-feira) - Santa Cruz 2x1 CRB/AL (3.015; R$ 3.433,76)
Local: Arruda

28/03 (quarta-feira) - Santa Cruz 4x1 Confiança/SE (1.683; R$ 6.860)
Local: Arruda

Campeonato Brasileiro da Série C
22/04 (domingo) - Santa Cruz 3x1 Atlético/AC (3.998; R$ 10.990,70)
Local: Arruda

28/04 (sábado) - Santa Cruz 0x0 ABC/RN (8.550; R$ 80.633,70)
Local: Arena de Pernambuco

Total: 39.241

Média de público pagante: 3.924 torcedores por partida

Retrospecto como mandante: cinco vitórias e cinco empates (aproveitamento de 66.66%)


Fonte: Folha de Pernambuco, 16/5/2018

Nenhum comentário: