terça-feira, 22 de maio de 2018

Superar instabilidade para buscar classificação


SUPERAR INSTABILIDADE PARA BUSCAR CLASSIFICAÇÃO

Daniel Leal

 
Nas mãos do técnico Paulo César Gusmão, o Santa Cruz ainda patina na temporada. Sem apresentar um futebol convincente, vivendo entre altos e baixos, o Tricolor chega a mais uma importante decisão na temporada como uma incógnita. Sobretudo após a derrota em casa para o Botafogo-PB, após estar vencendo por 2 a 1, de virada, e ver o adversário reagir e retomar à frente do placar em pleno Arruda: 3 a 2. Sem muito tempo para remoer o revés na Série C, a equipe coral precisa virar a chave. Com desfalques de peso, precisará reverter a vantagem do ABC, nesta terça-feira, às 19h, novamente em casa, se quiser seguir em frente e chegar à semifinal da Copa do Nordeste.
No jogo de ida, no estádio Frasqueirão, em Natal, o Santa Cruz foi derrotado por 1 a 0. Precisa então vencer por dois gols de diferença para avançar no torneio. Vale ressaltar que, no Nordestão, há o gol qualificado fora de casa. Sendo assim, uma vitória por 2 a 1, 3 a 2 e assim em diante dão a classificação aos potiguares. A desvantagem no placar não será o único adversário tricolor.
Afinal, dois pilares do sistema defensivo, que jogaram a ida em Natal, estão fora da partida. O primeiro, o zagueiro Danny Morais, recupera-se de uma cirurgia no nariz. O goleiro Tiago Machowski, por sua vez, recebeu o terceiro cartão amarelo no último duelo e está suspenso. Sandoval e Ricardo Ernesto são, respectivamente, os substitutos. Além deles, PC Gusmão também não poderá contar com o lateral-esquerdo Allan Vieira, os meio-campistas Maicon Assis e Valdeir, além do atacante Halef Pitbull, que não estão inscritos no regional.
“Esse é um jogo importante para a gente seguir vivo na Copa do Nordeste. Os atletas sabem disso e vamos buscar a vitória, com tranquilidade. É acalmar todo mundo, os ânimos principalmente. A gente saiu com uma derrota difícil (para o Botafogo-PB) e agora é descansar, botar a cabeça no lugar e procurar trabalhar, principalmente o psicológico para esse jogo”, disse o auxiliar-técnico coral, Adriano Teixeira.
Chegar à semifinal da competição regional significará receber uma premiação de R$ 550 mil - hoje, o suficiente para pagar cerca de duas folhas salariais do Santa Cruz. Até o momento, o clube já recebeu R$ 1,45 milhão via premiações na Copa do Nordeste.


Fonte: Diario de Pernambuco, 21/56/2018

Nenhum comentário: